domingo, 16 de janeiro de 2011

RESGATE SEM LIMITES (2003)


Sabe "Carga Explosiva", aquela série (até o momento, trilogia) em que Jason Statham protagoniza cenas de ação cada vez mais absurdas e malucas, deixando o espectador sem fôlego de tanto rir? Pois, curto e grosso, RESGATE SEM LIMITES é o "Carga Explosiva" do nosso amado e decadente ex-astro Steven Seagal.

A comparação não é gratuita: não bastassem as pilhas de cadáveres deixadas para trás pelo herói (mortos a tiros ou pancadas), Seagal vai protagonizando cenas cada vez mais hilárias de tão sem-noção. Como uma imagem (ou umas imagens) vale mais que mil palavras, deixo a sequência abaixo de exemplo:


(Só para constar: além desse absurdo embate "tiro versus flecha", logo depois o herói fica sem munição e é obrigado a usar uma espada contra uma flecha, "simplesmente" cortando a flecha ao meio quando ela está a poucos centímetros da sua cabeça!!!)

O pior é que a capinha do DVD nacional de RESGATE SEM LIMITES não faz justiça ao quanto o filme é divertido. Genérica, parece ter sido "photoshopada" pelo estagiário da distribuidora em 15 minutos, e tem até um carrão em alta velocidade em destaque (será para tentar forçar a semelhança com "Carga Explosiva"?), sendo que o filme não tem NENHUMA cena de perseguição automobilística!!! Por isso, coloquei o pôster oriental aí em cima, muito mais bonitão.


O roteiro, escrito por James Townsend (possivelmente sob efeito de drogas pesadas), é uma mistura de "Busca Implacável" com um sucesso do passado de Seagal, "Marcado para a Morte", em que ele enfrentava uma quadrilha de traficantes jamaicanos que usavam magia negra contra seus desafetos.

Seagal interpreta Jake Hopper, um agente da CIA que, durante uma missão "de rotina" na Tailândia, salva a vida do parceiro oriental Sunti (Byron Mann, de "O Combate - Lágrimas do Guerreiro"), quando o coitado é gravemente ferido por um dos vilões.


Só que, no mesmo tiroteio, Sunti matou uma mãe diante da filha por acidente, e assim resolve abandonar o trabalho e tornar-se monge budista (!!!), à la Stallone em "Rambo 3". Já Hopper volta aos Estados Unidos, se aposenta e começa a cumprir missões para a CIA "por fora".

Quatro anos depois, a (gostosa) filha adolescente de Jake (interpretada pela delícia Sara Malakul Lane) vai para a Tailândia em férias com a amiga, que é filha de um importante senador norte-americano, e seus respectivos namorados.

Já no primeiro dia, os rapazes são executados e as garotas sequestradas por soldados do exército tailandês, que fazem uma encenação para parecer que o crime é ação de um grupo extremista islâmico.


Como Liam Neeson em "Busca Implacável", Seagal volta à Tailândia para caçar (e executar) os responsáveis pelo crime, e libertar a filha antes que ela seja morta pelos sequestradores. Descobre que tudo é uma farsa armada por mafiosos para eliminar rivais no tráfico de armas, ou alguma besteira do gênero. Não importa.

Desnecessário dizer que, assim que chega na Tailândia, Hopper faz questão de tirar o ex-parceiro Sunti do mosteiro, para que formem um "exército de dois" contra centenas de inimigos muito melhor armados e equipados, que logo tombam como moscas diante da pontaria e dos golpes certeiros da dupla de heróis.


Ao contrário de outras produções bem ruinzinhas do período "Seagal gordão", RESGATE SEM LIMITES é divertidíssimo porque não se leva a sério em momento algum, e, em seus exageros (tipo o massacre final à la "Comando para Matar"), lembra muito aquelas produções absurdas dos anos 80, estilo Cannon Films.

Além disso, o filme é dirigido por um chinês, Ching Siu Tung, que bota Seagal para suar e consegue arrancar do balofo algumas cenas de luta bem decentes.

Mesmo que seja fácil de identificar o dublê do astro (mais magro, menos cabeçudo e com uma perceptível pança falsa!) nas cenas com golpes "mais difíceis", Seagal se sai muito bem nas diversas oportunidades em que precisa encarar a ação por conta própria.


E ainda que esteja longe dos seus melhores momentos, ele convence bem mais que em outras das suas produções recentes, distribuindo estilosos golpes de apkido e quebrando braços, como de costume.

Os destaques do filme são a luta com vários adversários numa feira, o combate contra uma gangue de bandidos armados com espadas, o quebra-pau com uma vilã boa de briga (que praticamente voa pelo cenário com o auxílio de um chicote!) e o esperado confronto final com o vilão inexpressivo (Tom Wu, que apanhou de Seagal também em "Determinado a Matar"), quando temos as já citadas cenas dos tiros e espadadas contra flechas certeiras, que você pode ver abaixo:

Quem é gordo demais para lutar, improvisa!


Curioso e de certa forma estupefato com a coreografia bem decente das lutas - ainda mais considerando que essa é uma produção barata feita direto para o mercado de DVD -, acabei de ver o filme e fui direto pesquisar mais sobre o diretor Siu Tung.

Bingo: o cara foi coreógrafo de cenas de ação de obras bem marcantes e conhecidas, como "O Clã das Adagas Voadoras" e "Herói", além de ter dirigido alguns filmes bem decentes produzidos por Tsui Hark e estrelados por Jet Li! Resumindo: não é uma cabeça-de-bagre qualquer, como esses que vêm "dirigindo" Seagal na última década...


Assim, ao contrário de bobagens como "Mercenário" e "Determinado a Matar", RESGATE SEM LIMITES não tenta enrolar o espectador com histórias complexas, narrativa "moderninha" ou grandes reviravoltas.

Prefere usar seu tempo ideal de duração (não passa de 90 minutos) para empilhar cenas de ação - de brigas de bar a tiroteios exagerados que lembram os bons tempos de John Woo.


É uma pena que Seagal tenha "bad timing", pois o filme provavelmente faria mais sucesso nos anos 90, quando diversos diretores orientais foram aos EUA fazer filmes de ação - alguns dos melhores filmes de Van Damme, por exemplo, foram dirigidos por John Woo, Ringo Lam e Tsui Hark, cineastas orientais "importados" por Hollywood.

E se Siu Tung não tem a mesma habilidade narrativa e estética dos já citados Woo, Lam e Hark, pelo menos dá conta do recado. Afinal, é preciso dar um pouco de mérito para um diretor que filma um ângulo como esse:


Para completar a diversão, RESGATE SEM LIMITES parece citar "Marcado para a Morte" no finalzinho, quando um velho feiticeiro é convocado pelos vilões para fazer vodu contra o herói (!!!).

Felizmente, Seagal tem do seu lado um exército de monges budistas (!!!), que rezam para combater a magia negra, numa cena simplesmente hilária e impossível de levar a sério.

Ou seja, nem com vodu você consegue vencer Steven Seagal! Vodu é pra jacu, já dizia o Pica-Pau...


Por tudo isso, pela nudez gratuita, pela violência estilizada (com câmera lenta a rodo e armas que disparam mais de 50 tiros SEM a necessidade de trocar o pente de munição), e também pela pancadaria bem filmada, RESGATE SEM LIMITES é um daqueles cada vez mais raros bons filmes na filmografia recente de Steven Seagal.

O próprio "ator" está bem menos ruim (e mais convincente) do que em seus últimos trabalhos, "interpretando" pela enésima vez o sujeito durão que peita todo mundo e sai distribuindo bolachas e tiros ao invés de apertos de mão e abraços.


Com tantas qualidades, fica até mais fácil perdoar os óbvios defeitos da produção, como o interesse romântico do herói, uma lindinha (Monica Lo) que ele salva de um valentão numa boate e no momento seguinte já está afofando. É uma personagem que cai de pára-quedas na trama, e cujo romance com Seagal jamais convence. Provavelmente foi ideia de algum produtor, pensando naquele velho fetiche por garotas orientais.

É uma pena que, para cada filme divertido como esse, o balofão estrele dez ou quinze bombas feitas a toque de caixa. Enquanto RESGATE SEM LIMITES tem tudo para virar clássico do Domingo Maior, outras bombas do ex-astro feitas no mesmo período deveriam ser enterradas, ou incineradas.


Bem que ele podia ter um pouco de vergonha na cara e parar de estrelar filmes apenas para garantir o dinheiro do aluguel. Se mantivesse o padrão de qualidade desse RESGATE SEM LIMITES, suas aventuras seriam pelo menos divertidas - daquele tipo para reunir os amigos, ver bêbado (ou chapado) e rolar de rir.

E como eu não gosto de perder piada pronta, o título original da película é "Belly of the Beast", ou "O Ventre da Besta". Não poderíamos ter título mais apropriado para uma aventura estrelada por Steven Seagal obeso!

Lembrando ainda que nossa exclusiva MARATONA STEVEN SEAGAL continua, com atualizações diárias pelos próximos dias, conforme o cronograma abaixo:
DETERMINADO A MATAR (Out for a Kill, 2003)
RESGATE SEM LIMITES (Belly of the Beast, 2003)
OPERAÇÃO SOL NASCENTE (Into the Sun, 2005)
LADO A LADO COM O INIMIGO (Submerged, 2005)
HOJE VOCÊ MORRE (Today You Die, 2005)
MERCENÁRIO (Mercenary for Justice, 2006)
JUSTIÇA URBANA (Urban Justice, 2007)
O JOGADOR (Pistol Whipped, 2008)

Trailer de RESGATE SEM LIMITES



*******************************************************
Resgate Sem Limites (Belly of the Beast,
2003, Canadá/Hong-Kong/Inglaterra)

Direção: Siu-Tung Ching
Elenco: Steven Seagal, Byron Mann, Tom Wu,
Monica Lo, Sara Malakul Lane, Patrick Robinson,
Vincent Riotta e Elidh MacQueen.

12 comentários:

Daniel Coelho disse...

Seria interessante ler alguns comentários sobre "Escuridão Mortal", em que o velho e gordo Steven passa o filme inteiro carregando uma espada e soltando frases tiradas de livros de auto-ajuda, além de matar vampiros em cenas completamente ridículas.

Rafael Leite disse...

"Marcado para a morte" é magico, um dos melhores filmes de comédia involuntária que eu ja vi.

Talvez esteja na lista mas como eu não sei o titulo vai lá: provavelmente o pior filme do siegal, só lembro que ele era policial(nãããããão) tem muita porrada em bar, é da fase pançudo, o numero de cortes na luta deixa com vontade de vomitar(literalmente), e o final é muito sem noção (mostra o Seagel feliz com uma familia que aparece do nada, deduz-se que é algum tempo depois, mas na verdade é um universo atemporal). Consegue identificar?

Ps: não acredito que lembrou do pica pau!!! hahahahaha!

Luciano Milhouse disse...

Pô, Felipe, você bem que podia aproveitar a onda Steven Seagal e falar tb sobre "Against the Dark", que é uma tosqueira divertidíssima!!

abraço!

Fernando disse...

Até me deu vontade de rever "Marcado para a Morte"

Valter Noronha disse...

Depois dessa maratona de filmes do Seagal, vc encararia uma mesma maratona de filmes "direct-to-DVD", só que do Van Damme? rsrsrs

Pedro Henrique disse...

Especial Seagal? Que beleza. Cresci vendo ele quebrar braços e costelas e pescoços e pernas.

Felipe, o do trem aquele, como é mesmo o nome? Força em Alerta, acho? Coisa do tipo. Um dos meus preferidos.

Felipe M. Guerra disse...

DANIEL e LUCIANO, "Escuridão Mortal" está na lista para um futuro próximo.

VALTER, gosto de muitos filmes "direto para DVD" do Van Damme, principalmente "Até o Fim" e "Operação Fronteira". Em breve veremos resenhas deles por aqui.

PEDRO HENRIQUE, o do trem é "Força em Alerta 2". O original se passa num barco. São o mais perto que o Steven Seagal chegou do cinemão classe A.

El Thomazzo disse...

Nada mal, o diretor de 'Chinese Ghost Story', um filme que eu adoro. Se for metade de bom do que são 'O Alvo' e aquele filme do Van Damme dirigido pelo Tsui Hark que ele (VD) é contrabandista de jeans já vai valer a locação.

The Arcade Fire disse...

Cara, só você para citar o Pica-pau num filme do Steven Seagal! Hahahaahahah!

Takeshi Ishii disse...

Vi esse filme quando passou na TV Record, me surpreendi ver Seagal num filme tão bom! Siu Tung é o diretor... tá explicado. Gostaria que você escrevesse algum dia sobre aqueles filmes da "sessão kickboxer" da Band. Desde bombas estreladas por Billy Blanks, Don "The Dragon" Wilson, até os divertidos e baratos filmes made in Hong Kong da década de 90 estreladas por Jet Li.

Juninho disse...

Ótimo filme. Gostei muito. Acabei de assistir e uma coisa é certa. É o estilo Steven Seagal de fazer filme de ação. Vale a pena

André Esteves disse...

Rapaz as críticas são divertidas para caralho, kkkkkkkk. Vou te dar uma ideia amigo, faz uma página no Facebook, eu com certeza vou me inscrever e levar uma galera para se inscrever também. Excelente mesmo. Adorei esse site.