sexta-feira, 5 de junho de 2009

DEADLY PREY (1987)


Nos famosos "Chuck Norris Facts", um dos itens diz que as pessoas têm pesadelos com o Bicho-Papão, e que o Bicho-Papão tem pesadelos com Chuck Norris. Pois agora eu completo essa frase: E quando Chuck Norris tem pesadelos, é com MIKE DANTON. Para quem não conhece, MIKE DANTON seria o resultado de um cruzamento genético entre Chuck Norris, Steven Seagal, McGyver, Charles Bronson em "Desejo de Mata 3", Schwarzenegger em "Comando para Matar" e Stallone em "Cobra": um cara tão foda, mas tão foda, que seu nome só pode ser escrito em letras maísculas, e que desmentiria um por um os "Chuck Norris Facts"!

A bem da verdade, DANTON é o inacreditável herói capenga e metido a galo do filme DEADLY PREY, um dos grandes clássicos da tosquice cinematográfica humana, que foi escrito e dirigido pelo notório David A. Prior (como todos já devem saber, um dos piores diretores da história da humanidade). Graças à sua extrema ruindade, o filme ganhou recentemente status de cult movie, com um enorme séquito de fãs (criaram até uma página no MySpace para MIKE DANTON!!!).

Pessoalmente, eu sou fã apaixonado desta tralha desde que a vi no Cinema em Casa na adolescência, e volta-e-meia revejo para dar sonoras gargalhadas. Se há um filme para ver com amigos bebendo cerveja, ESTE é o filme!


DEADLY PREY ganhou um festival de títulos em português. Oficialmente, foi lançado em VHS como "Extermínio de Mercenários" pela obscuta Wera's Vídeo (nunca vou me perdoar por não ter comprado esta fita de uma locadora da minha cidade quando tive oportunidade). Mas o SBT reprisou incontáveis vezes, inventando um título diferente a cada reprise: "Isca Mortal", "O Exterminador de Mercenários" e até (e esse é realmente incrível) "Danton - Sozinho e Armado"!!!

Antes de começar a resenha desta maravilha do cinema ruim, permitam-me um pequeno esclarecimento: por mais que eu tente descrever a tosquice deste filme em seus mínimos detalhes, trata-se de um caso raro de "ver para crer". Todos os filmes de David A. Prior são MUITO RUINS, mas este é especial. Perto do que ele fez neste filme, Bruno Mattei é Francis Ford Coppola e Uwe Boll é Stanley Kubrick.

Por isso, quem nunca viu PRECISA dar uma olhada nos vídeos que postei ao longo do texto, para ter uma idéia melhor do naipe de bagaceirice que estou descrevendo. Garanto que vocês não vão se decepcionar, mesmo aqueles que reclamam da demora do YouTube para carregar as imagens. As cenas são simplesmente de rolar de rir.


Numa estranha mistura do clássico "The Most Dangerous Game" com todos os clones de "Rambo" lançados nos anos 80, DEADLY PREY conta a história de um grupo de mercenários malvados que treina em sua base secreta, numa selva a alguns quilômetros de Los Angeles. O grupo é financiado por um manda-chuva chamado Michaelson (Troy Donahue, astro dos anos 50 e 60, que acabou a carreira nesse tipo de tralha), e comandado por um veterano do Vietnã que foi expulso do Exército, o coronel Hogan (David Campbell).

A tática de treinamento adotada por Hogan é incrível: seus homens seqüestram civis nas ruas de Los Angeles, e depois os coitados são caçados pelos mercenários na floresta, supostamente para que seus homens aprendam táticas de combate e assassinato (como isso é possível caçando vítimas despreparadas, desarmadas e indefesas, não me pergunte...).

Mas os mercenários logo terão um osso duro pela frente: o próximo "civil" que eles seqüestram para servir de isca é ninguém menos que MIKE DANTON (Ted Prior, irmão do diretor David e galã da maioria de seus filmes).


Os caras malvados não sabem, mas DANTON é uma verdadeira máquina de matar, que foi treinado pelo próprio Hogan no Vietnã, e que tem habilidades praticamente sobrenaturais de combate e sobrevivência - basta dizer que ele consegue ficar completamente invisível na selva apenas amarrando dois galhos de árvore nos ombros, ou ainda atravessar o tórax de um sujeito com um mísero e frágil graveto!

Quando a "caçada" dá errado, e uns 20 dos seus homens são aniquilados, Hogan vê um dos cadáveres esfaqueados e, sem qualquer lógica, exclama: "Opa, eu conheço esse estilo... É alguém que eu treinei no Vietã... DANTON!". Não me pergunte como você reconhece o "estilo de matar" de alguém, ainda mais quando não há estilo algum (apenas um cadáver esfaqueado caído no chão).

Mas, de qualquer jeito, Hogan passa o resto do filme reagrupando mais e mais mercenários para tentar dar cabo do herói, enquanto DANTON passa o resto do filme exterminando mercenários (opa! olha o título nacional) sem a menor dificuldade. Até que os malvados resolvem colocar a esposa do herói, Jamie (Suzanne Tara), na jogada.

22 mercenários mortos em 3 minutos!


O elenco conta ainda com outro veterano, Cameron Mitchell (provavelmente em busca de uns cobres para pagar o aluguel), no papel do pai de Jamie, um policial aposentado. Os nomes de Mitchell e de Donahue são os primeiros a aparecer nos créditos iniciais, embora as cenas de ambos não somem cinco minutos (aquela típica tática de diretor picareta para tentar dar um pouquinho mais de importância ao seu filme colocando nomes conhecidos no elenco, mesmo que seja em pontas minúsculas).

Também aparecem outros atores-fetiche do diretor, como Fritz Matthews (no papel de um karateka que usa óculos escuros o filme inteiro, mesmo à noite!), William Zipp e Chet Hood, entre outros anônimos que você só vai ver nas produções assinadas por David A. Prior...


Bem, para dar uma idéia da comédia involuntária que é DEADLY PREY, vamos falar um pouco sobre MIKE DANTON e suas façanhas ao longo dos 90 minutos de filme:

* No papel de DANTON, o galã de quinta categoria Ted Prior passa o filme inteiro sem camisa, com os músculos besuntados de óleo, um shortinho jeans pornográfico e descalço. Ah, o sujeito também tem um corte de cabelo estilo mullet que é indestrutível, mesmo quando ele passa noites ao relento no meio da selva.

* Lembra aquela cena de "Rambo 2" em que o herói se cobre de barro para pegar um inimigo de surpresa? DANTON não precisa disso: com dois galhos amarrados nos ombros, ele fica completamente invisível na selva, mesmo quando está trepado no galho de uma pequena árvore diretamente no campo de visão dos seus inimigos, como mostra o impagável vídeo abaixo. Além disso, mesmo perseguido por dezenas de inimigos, DANTON encontra tempo para cavar um buraco no chão (sem ter nem ao menos uma pá à disposição), deitar nele, cobrir-se com folhas e galhos e ficar pacientemente esperando que um soldado apareça justo ali, para poder matá-lo silenciosamente.

Onde está DANTON?


* Lembra aquela cena de "Rambo - Programado para Matar" em que o herói costurava a sangue-frio um corte no braço? Pois DANTON, mais fodão do que o Rambo, coloca seu ombro quebrado de volta no lugar usando simplesmente uma pedra debaixo do suvaco!!!

* A mira de DANTON, que já é fantástica, fica ainda mais certeira quando ele dá gritinhos enquanto atira.

* Granadas e explosivos apenas fazem cócegas em DANTON. Enquanto inimigos voam em pedacinhos quando é o herói quem atira as granadas, no seu caso as explosões no máximo fazem com que ele caia no chão ligeiramente atordoado, mas sem um único arranhão!!!

* DANTON é capaz de ficar longos minutos sem respirar e COMPLETAMENTE INVISÍVEL quando mergulha num laguinho raso apenas para pegar outro soldado inimigo de surpresa. Aliás, se o mané tivesse atirado naquele vulto dentro do lago, ao invés de aproximar-se para ver o que era, o filme terminaria bem antes!!!

* DANTON passa algumas noites em plena selva, onde come minhocas (!!!) e até um churrasquinho de rato. Mas, por conveniências do roteiro, encontra o caminho de casa fácil fácil quando precisa ir até lá buscar não comida, mas ARMAS!!! Detalhe: ele tem um compartimento em casa com metralhadoras, pistolas de todos os calibres, bazucas e até explosivo plástico, coisa de fazer inveja ao John Matrix de "Comando para Matar"!

* Ao preparar algumas armadilhas pela floresta, DANTON usa misteriosas técnicas de previsão do futuro para adivinhar os pontos exatos em que seus inimigos irão pisar no dia seguinte, e milagrosamente TODAS as suas armadilhas são acionadas pelos malvadões!


* Mais do que isso, DANTON prevê que um dos soldados inimigos irá escapar de uma das armadilhas, e assim prepara uma SEGUNDA ARMADILHA logo depois, e o sujeito obviamente cai nela.

* E como precisão pouca é bobagem, numa das armadilhas feitas por DANTON um mercenário é amarrado pelo tornozelo, arrastado por uns 30 metros (sabe-se lá como!) e então empalado num montão de estacas. Sim, DANTON construiu todo esse aparato em apenas algumas horas e tendo apenas uma faquinha à disposição. Deve ter ensinado o Jigsaw, da série "Jogos Mortais", a fazer armadilhas!

* DANTON também é capaz de sobreviver a tiros à queima-roupa disparados em sua direção (uma incongruência que é comum em quase todos os filmes de David A. Prior).


E se tudo isso parece o "ó do borogodó", saiba que ainda tem um milhão de outras tosquices para enumerar, como o fato de todo mundo encontrar o suposto "acampamento secreto" dos mercenários, ou os gritinhos desesperados ("DANTOOOOON!") que Hogan solta sempre que encontra mais uma pilha de homens mortos. Ou ainda o aumento do número de inimigos de três para sete nos cortes de uma cena para outra, e o fato de cada figurante morrer pelo menos umas quatro vezes ao longo do filme!

E é claro que não falta nem aquela típica cena em que o herói pára tudo que está fazendo para "se arrumar" no meio da floresta, pintando a cara com camuflagem, carregando as armas e amarrando-as ao corpo, estilo "Rambo" e "Comando para Matar"...

Além disso, o roteiro é um festival de baboseiras de dar inveja ao pobre Ed Wood. Os vilões, por exemplo, cometem as maiores cagadas possíveis e imagináveis, sempre para dar chances do herói escapar. O que dizer, por exemplo, do sujeito que dá uma cacetada na cabeça de DANTON com a coronha da metralhadora, e depois simplesmente joga a arma no chão para lutar com o herói no mano a mano, ao invés de resolver a parada com uma rajada de balas?

Não dá para encerrar essa resenha de DEADLY PREY sem citar o momento mais sem noção da película, e que coroa com chave de ouro a experiência de ver essa tralha.



É justamente o final, quando DANTON parte para cima do tal karateka de óculos escuros, armado apenas com um facão. O inimigo, vejam só, aponta sua pistola para DANTON e atira umas três vezes à queima-roupa, de uma distância que não tinha como errar (a CENTÍMETROS dele)... mas ERRA! DANTON, por sua vez, usa o facão para decepar o braço do vilão com um único golpe... e do corte não sai NENHUMA GOTA DE SANGUE! Pois o pobre homem, surpreendido pela mutilação, ao invés de rolar de dor pelo chão, simplesmente usa seu outro braço para tentar esganar DANTON!!!

E é então que acontece o momento mágico de DEADLY PREY: DANTON espanca o inimigo até a morte usando o PRÓPRIO BRAÇO DECEPADO DO SUJEITO!!!! (Curiosamente, era para ter uma cena semelhante em "Comando para Matar", mas todo mundo achou muito mórbido e ela nem foi filmada!) Por favor, não deixe de ver este momento mágico da história da sétima arte, NA ÍNTEGRA, no vídeo abaixo:

Dando uma mãozinha, literalmente


Bem amiguinhos, se com tudo isso eu ainda não convenci vocês sobre a importância de assistir DEADLY PREY, e como isso vai fazer vocês rirem até mijar nas calças, permitam-me concluir informando que nos créditos finais, após um monumental banho de sangue em que praticamente todos os personagens morrem violentamente (e estamos falando de umas 60 ou 70 pessoas), toca um impagável ROCKZINHO POP ROMÂNTICO que não se encaixa de maneira alguma na proposta do filme!!!!!!!

E eu poderia ficar escrevendo mais dezenas e dezenas de parágrafos sem conseguir enumerar todos os defeitos e cenas impagáveis de DEADLY PREY, e sem conseguir passar, para quem ainda não viu o filme, a maravilhosa comédia involuntária que ele representa.

É impossível assisti-lo sem rolar de rir, mesmo que você seja um daqueles chatos que conhece "Dogville" de cor e salteado. DEADLY PREY é, possivelmente, um dos filmes mais engraçados da história do cinema, melhor que muita comédia de verdade, e nenhum texto sobre ele conseguirá ser tão cômico e impagável quanto a experiência de vê-lo pela primeira vez.


Então não perca mais tempo: dê um jeito de arrumar uma cópia, tome umas 10 cervejas, reúna os amigos na sala e prepare-se para dar saborosas gargalhadas diante das façanhas de MIKE DANTON, o herói mais fodão - e sem noção - que o cinema de ação classe Z já inventou.

E com essa onda de revival dos anos 80, bem que o David Prior podia se mexer e lançar uma nova aventura de DANTON. Aquele massacre final de "Rambo 4" seria fichinha perto do que DANTON poderia fazer armado apenas com uma faquinha e o seu mullet indestrutível...

Em poucas palavras, um "clássico dos clássicos" do FILMES PARA DOIDOS!!! Simplesmente obrigatório.

Trailer de DEADLY PREY


****************************************************************
Deadly Prey (1987, EUA)
Direção: David A. Prior
Elenco: Ted Prior, David Campbell, Fritz
Matthews, William Zipp, Troy Donahue,
Cameron Mitchell e Suzanne Tara.

29 comentários:

Ingsoc disse...

Sensacional resenha, Guerra!

Essa cena do braço decepado é a mais ridícula de todas; os erros de lógica dela valem por um filme do Mattei inteiro!

Mais resenhas dos filmes do David A. Prior, por favor!

alex disse...

sensacional!!

Duete disse...

Oi, adoro esse personagem. Pra mim tá pau-a-pau com o Rambo e o Rocky. Só não compro por ser tela cheia. Não lançaram em wide.
Criei um blog e gostaria que você desse uma olhada. Pode meter o pau.

Felipe M. Guerra disse...

Opa, interessante o blog Sessão de Gala. Já adicionei nos favoritos só pela resenha de Twin Peaks, minha série favorita de todos os tempos.

Agora, estou apavorado com o reduzido número de comentários do DEADLY PREY aqui. Orra gente, cadê os fãs do fodástico MIKE DANTON???? Eu sei que tem vários por aí além de mim...

Daniel disse...

Eu achava que era o único cara na América Latina que se lembrava desse filme. Ótima resenha.

Uma cena que eu acho particularmente hilária é o "método" de escolha das vitimas.

Se não me falha a memória os vilões estão numa van andando por um desses subúrbios americanos quando olham pela janela o Danton colocando o lixo na rua e um vilão diz para o outro algo do tipo " esse cara é bem fortão, vai ser uma boa uma vitima para nossos treinamentos". Simplesmente hilário!

Luiz Alexandre disse...

Não esqueça do trágico final (spoilers a seguir):
quando o cara finalmente alcança o vilão e sua esposa, o cara dá um balaço no meio dos peito da mulher do Danton. Ele bota pra foder com o maluco e termina dando esse grito de dor que eternizou este injustiçado guerreiro. Eu fiquei bolado com isso na época, devia de ter uns seis anos quando vi.

Adrianoconan disse...

Bons tempos do VHS em que assisti a esse Rambo Loiro! A cena do cara batendo no outro com o braço decepado do infeliz é um registro de uma época que não volta mais, pois filmes como esse nunca vereremos no formato dvd por aqui.

Anônimo disse...

Caraiu, o Cameron Mitchell participou desta bagaça.Eu curtia a série Chaparral na minha infância. vai decair assim no inferno sô!
Onde eu acho legendas Pt-br pra esse crássico, vou baixar com certeza.

mrs disse...

huahauahauhau foda viu imaginaçao acima de tudo , ai cara posta sobre o filme o monstro do armario um filme ridiculo e velho pra caramba abraçao!!

sitedecinema disse...

O Cameron Mitchell que faz uma participação nesse filme(e deve ter trabalhado UM DIA apenas e ganho amis do que todo o resto do elenco somado), junto de um dos maiores astrosB do cinema, Aldo Ray -o segundo é um que AGORA está sendo descoberto por vários 'cinéfilos' que juram que a sétima arte começou com Tarantino já que antes do longa de guerra do diretor nunca haviam ouvido falsr dele, tanto que nem imaginam que o personagem de Willis em PULP FICTION foi inspirado, no look e perfil, no veterano)-foram dois que no fim das carreiras, até fizeram PORNÔS (sim, X-rated), mas sem participarem das cenas explícitas.

JFelepe McQuade disse...

HeiHei Guerra... eu achei o final desse filme muito triste na época. =P Masss eh sério. Achei bem pessimista. A namorada do heroi estuprada e depois morta... ele nao, pelo que recordo, chegando a matar o estuprador da namorada... e uma musiquinha triste no final (nao estou certo da musiquinha, mas pra mim rolava algo assim)... pô, quando ví esse filme na casa de minha vovó por volta de 91-92... achei muito triste esse final.

Tough Guy disse...

cara, eu assisti esse filme no SBT, pra mim o filme se chamava "danton sozinho e desarmado", sabe o que é pior, é que na época eu gostei (devia ter uns 8 anos quando assisti)

Tough Guy disse...

a propósito, alguém sabe onde posso baixar esse filme, ou será que de tão ruim ninguém se deu ao trabalho de upar??

Tough Guy disse...

só pra constar, achei isso: http://www.megaupload.com/?d=Z3IX407Y
não baixei ainda, mas deve ser vhs rip, com audio em ingles

Anônimo disse...

Esse é o Rambo verdadeiro.Um excelente trabalho do cinema.

Anônimo disse...

Kra, esse filme marcou minha infancia, já baixei ele, mas naum encontro as legendas ... grande post,valew

M60 disse...

UM TAL DE 'DUETE', COMPARA ESSE LIXO COM RAMBO E ??ROCKY.PROVAVELMENTE DEVE SER UM DESSES COITADOS, QUE SE FOR ABORDADO NA RUA, POR QUALQUER MOTIVO, ARRISCA SUJAR AS CALÇAS.NAO ENTENDO COMO UM PALHAÇO DESSES OLHA PARA A PROPRIA MULHER, SE É QUE TEM UMA. DE REPENTE ATÉ TEM, PORQUE DAÍ ELA DEFENDE ELE.

M60 disse...

É CLARO QUE O FILME É TERRIVEL, TANTO QUE COMO FOI DITO NA RESENHA, ACABA SENDO DIVERTIDO, MAS COMPARAR COM RAMBO E PRINCIPALMENTE ROCKY, AÍ ACHO DOSE, UMA VEZ QUE FIRST BLOOD, É CONSIDERADO PELA CRÍTICA ESPECIALIZADA, COMO UM DOS MELHORES FILMES DE AÇÃO DOS ANOS 80(P MIM É O MELHOR)E ROCKY, NÃO VOU NEM FALAR. É CLARO QUE O CINEMA DE AÇÃO TEM PÉROLAS AOS BORBOTÕES, MAS SE O CAMARADA NÃO GOSTA AÇÃO, TENHO IMPRESSÃO QUE ESTÁ NO BLOG ERRADO.

Blog do Lance disse...

Muito boa sua sinopse, parabéns. Gostaria de saber onde acho este filme para baixar. poderia me passar o endereço do site?
Obrigado.

laurindo big boss disse...

Felipe: Simplesmente SENSACIONAL. Vi este GRANDE(!!!) FILME, em um cinema poeira chamado IRIS, no Centro do Rio, junto com um filme de Kung Fu, que não me lembro o nome. Viva DAVID A. PRIOR, O MELHOR PIOR CINEASTA(!!!), de todos os tempos(Ed Wood que me perdoe). Um Abraço Laurindo Junior...OBS: DEADLEY PREY, PARA SEMPRE UM CLASSICO. aurindo Junior.

Matheus disse...

Grande resenha! Desde criança, sempre adorei ver filmes trash como esse e realmente acho que é mais engraçado que muita comédia renomada por aí. É incrível pensar que alguém fez obras como essa tentando fazer um filme sério. Seu blog é um dos meus favoritos, parabéns.

laurindo big boss disse...

Laurindo Big Boss: Amigo Felipe, ao rever esta divertida resenha da OBRA CINEMATOGRÁFICA...DEADLY PREY(David A. Prior...um Icone, com certeza). lembro-me, ter visto o cartaz do filme(???), em um ambulante aqui no Largo do Machado(zona sul do RJ),igual ao da sua resenha. Fiquei pensando, sera que este pobre ambulante(sem discriminação!),era fã do filme, pois o mesmo, ostentava com muito orgulho, o tal cartaz, sem dar chance a qualquer tipo de proposta, para compra do mesmo(bem que tentei), pois o mesmo estava em ótimas condições(praticamente novo). DEADLY PREY, DAVID. A. PRIOE, TED PRIOR, seus seguidores existem, pude comprovar isto...Abraço Laurindo Junior

Leon Alves disse...

E o desejo do redator desta resenha parece que vai se realizar.
Procurem no IMDB e vão constatar que, ao que tudo indica, uma sequência está em pos produção.
Chama-se "Deadliest Prey", com o mesmo diretor e ator principal (os irmãos Prior). Também identifiquei o Fritz Matthews (o malzão de óculos escuros). Inclusive o nome dos personagens são iguais.
Será uma homenagem? um revival? uma paródia? ou uma continuação?
A única certeza é que será uma bomba.

Felipe M. Guerra disse...

Mea culpa, amiguinhos:

http://www.filmesparadoidos.blogspot.com.br/2010/06/os-mercenarios-machete-e-deadly-prey-2.html

Anônimo disse...

Ri demais vendo alguns trechos do filme e também o trailer do Deadliest Prey.

eduardo morais disse...

A continuação deveria ser DANTON x Predadores. Seria impagável, ao final do filme, DANTON gritando aos predadores: CORRAAAAM!

IVAN FERRARI disse...

Cara...sensacional sua resenha !!
"Uma das" cenas mais engraçados, na minha opinião, é a em que o Cameron Mitchey sai em busca do Dantou e de sua filha, e se depara com um soldado inimigo. ( Ele com o maior cuidado do mundo para pisar no chão, para evitar armadilhas, minas, ou algo mortal kkkkk.)
Ele ainda pergunta pro cara, " Friend or Enemy? ".
O cara : - Friend. ( É claro, já que tem uma puta metralhadora apontada bem pra sua cara. )
Cameron : - " You're a fucking liar ( Shots em seguida ) Kkkkkkkk
Essa cena é simplesmente hilária cara...
Virei fã fiel do PRIOR de uns 2 anos pra cá, e pretendo ter a maioria dos vhs dele que foram lançados no Brasil. :) :)

Jujubeleza disse...

Quando eu assisti esse filme, eu era criança e adorava. Meu pai gravava a maioria dos filmas que passavam na tv em fitas VHS virgens que ele comprava (lembro como se fosse hoje que apertávamos a tecla REC e PAUSE a cada vez que ia ou voltava dos comerciais) e ele gravou esse filme. Eu e meus irmãos assistíamos incansáveis vezes, não sei como não pegávamos abuso (risos...). Hoje com um olhar crítico percebo a grande bosta que era esse filme, mas até gostaria de assisti-lo completo e dublado só pra relembrar a minha infância e de meus irmãos.

Leonardo Peixoto disse...

Aqui está o link de um canal do YouTube com diversos filmes B , incluindo alguns resenhados pelo Mestre Felipe , https://www.youtube.com/channel/UCJRNeY6UmBKiBeSuv1C6VlQ .