terça-feira, 18 de dezembro de 2012

300


Calma, amiguinhos, que este não é um post sobre aquele horrendo filme "300", do Zack Snyder, mas sim uma comemoração ao 300º post do FILMES PARA DOIDOS! E considerando o espaço cada vez mais reduzido na internet brasileira para este tipo de cinema enfocado aqui no blog, os 300 posts são motivo mais do que suficiente para festejar.

Eu comecei o FILMES PARA DOIDOS meio que na brincadeira, em 10 de outubro de 2008, com uma resenha sobre o filme brasileiro "Horas Fatais - Cabeças Trocadas", de Francisco Cavalcanti, que tinha sido escrita um ano antes e nem era inédita (fora publicada no meu extinto Multiply, rede social que, na época, era estupidamente chamada de "Orkut para pessoas inteligentes", e talvez até por isso não vingou).

Naqueles tempos, eu escrevia semanalmente sobre cinema fantástico para o site Boca do Inferno, mas lamentava por ficar limitado a estes gêneros, quando na verdade sempre gostei de escrever sobre todo tipo de filme - dos westerns italianos aos pornôs da Boca do Lixo; das pancadarias de Hong-Kong às comédias norte-americanas dos anos 80.

E embora eu volta-e-meia conseguisse puxar alguma coisa "diferente" para a Boca do Inferno (como "Fuga do Bronx" e "Os Caçadores de Atlântida"), era mais do que óbvio que o material ficaria melhor em outro lugar que não tivesse a limitação de gênero, e onde eu pudesse escrever sobre filme dos Trapalhões num dia e sobre pornô no outro.

Quando comecei o blog, praticamente todo mundo que eu conhecia, e que gostava de cinema, também estava criando o seu próprio blog para escrever sobre seus filmes preferidos. Lembro que o Viver e Morrer no Cinema, do Leandro Caraça, todo dia fazia uma divulgação diferente de Fulano ou Beltrano começando seu próprio blog.

O irônico é que poucos deles continuaram, e o próprio Viver e Morrer acabou (ou "hibernou"), mas o FILMES PARA DOIDOS continua firme - embora muitas vezes eu mesmo tenha estado naquela situação do "E aí, paro ou continuo?".

Nesses mais de quatro anos de FILMES PARA DOIDOS, várias mudanças aconteceram na minha vida: mudança de cidade, de empregos, de namoradas, e parei de colaborar com a Boca do Inferno. O blog sobreviveu a tudo, e sempre mantendo duas diretrizes principais: priorizar o cinema "alternativo" aos blockbusters e filmes-cabeça, e dar mais destaque ao texto do que ao visual (tanto que o template do blog é o mais simples e continua igual, porque aqui o conteúdo vale muito mais do que a forma).

Durante muito tempo, eu cheguei a duvidar que tinha leitores. Quando lia aqueles comentários sempre das mesmas pessoas nas primeiras postagens, cheguei a pensar que eram colegas generosos "dando uma força". Mas logo comecei a me espantar com a quantidade de gente que conhece e lê o FILMES PARA DOIDOS. Em festivais e mostras, é comum aparecer alguém que diz: "Leio sempre o seu blog e sou fã"!

Quem pegar as primeiras postagens e comparar com as últimas vai perceber que o blog de certa forma amadureceu em meio a esses 300 posts. No começo ainda era uma coisa meio atrapalhada, bagunçada, com textos curtos e vídeos do YouTube no lugar das fotos; eu também falava muito sobre minha vida pessoal de cinéfilo (viagens que fazia, DVDs que comprava), algo que fui deixando de lado para me concentrar no cinema quando começaram os primeiros ataques dos tradicionais trolls que infestam a internet. E outra: blog sobre cinema é blog sobre cinema, senão vira palhaçada que nem o blog pessoal de um certo crítico de cinema...

Outra coisa que percebo que mudou: nos primeiros anos, eu fazia várias postagens com resenhas curtinhas sobre filmes novos que estreavam no cinema. É que eu estava fazendo mestrado e tinha carteira de estudante, então pagava meia entrada nos cinemas paulistanos. Aí me divertia vendo dois ou três filmes por dia no cinema. Com o fim do benefício, o contato com a tela grande ficou mais escasso.

E, a bem da verdade, tenho visto cada vez menos filmes novos, preferindo descobrir (ou redescobrir) os antigos. Já tem uma caralhada de blogs falando sobre os lançamentos, então vocês realmente não precisam de mais um para somar-se ao monte! É ou não é?

Agora alguns números, porque eu sempre gostei deles:

Dos 300 posts, 232 são aqueles textos longos que analisam um filme só - número louvável, considerando o tamanho dessas resenhas. Outros tantos posts apresentaram um apanhado de resenhas curtinhas sobre filmes novos e/ou que não mereciam análises mais aprofundadas, e dessa forma escrevi sobre outros 251 títulos. No total, portanto, o FILMES PARA DOIDOS já discorreu sobre 483 filmes nestes pouco mais de quatro anos! É mole?

As resenhas mais acessadas do blog, por motivos óbvios (como o uso das expressões "sexo" e "sacanagem"), são as dos pornôs da Boca do Lixo. O mestre José Mojica Marins é o grande recordista com seu "48 Horas de Sexo Alucinante": esta postagem teve 226.075 acessos (da última vez que olhei), e, ironicamente, apenas 8 comentários! Em segundo lugar vem o primeiro pornô brasileiro, "Coisas Eróticas", de Raffaele Rossi, que neste ano (2012) completou 30 anos, o que talvez tenha motivado várias das 205.007 visitas. Logo em seguida aparecem "O Império do Sexo Explícito", de Marcelo Motta (157.942 acessos) e "As Ninfetas do Sexo Selvagem", de Fauzi Mansur (119.731 acessos). Os números mudam bastante a cada dia, mas é só para dar uma ideia.

Entre os não-pornográficos, o recordista também é brasileiro: "Tortura Cruel - Fêmeas Violentadas", de Tony Vieira, com 59.409 acessos, seguido por outro filme brazuca, "Momentos de Prazer e Agonia", de Adnor Pitanga (17.217 acessos), e finalmente por uma produção norte-americana, "Deadly Prey" (!!!), de David A. Prior (14.435 acessos).

Em termos de visualização, eu não tenho parâmetros para comparar com outros blogs e sites de cinema, mas nesses quatro anos o FILMES PARA DOIDOS já foi acessado mais de 2.760.000 vezes, e hoje tem uma média respeitável de visitação: entre 2.500 e 3.000 acessos diários!

Um detalhe digno de comemoração é que poucas vezes deixei o leitor na mão. Tem blogs que acompanho (você pode vê-los nas minhas recomendações, à direita) que ficam até um mês inteiro, às vezes vários meses sem nova postagem. Eu sempre me desdobrei em dois para atualizar o FILMES PARA DOIDOS mesmo em meio a viagens, festivais e filmagens. Portanto, pelo menos uma vez por semana tem novo post por aqui.

Já um detalhe digno de tristeza é que nunca consegui ganhar dinheiro com o blog, apesar de ele exigir de mim quase como um trabalho fixo (só que sem salário). O FILMES PARA DOIDOS me rendeu um convite para colaborar rapidamente com a extinta revista de cinema Movie, mas não passou disso. Várias vezes pensei que meus textos gigantescos sobre pornôs em 3-D ou sobre o filme do Homem-Aranha que a Cannon Films tentou fazer poderiam estar em revistas especializadas, só que nunca encontraram espaço fora do blog. A entrevista com o ator Anselmo Vasconcellos, que publiquei há algumas semanas, eu ofereci a várias revistas brasileiras, sem que nenhuma demonstrasse interesse (várias nem responderam).

Mas tudo bem, porque isso me dá ainda mais ânimo e fôlego para continuar com o FILMES PARA DOIDOS. Afinal, se o jornalismo cultural brasileiro prefere não falar sobre isso tudo, batendo nas mesmas teclas de sempre ("O Hobbit", filmes de super-heróis, "Crepúsculo", "50 Tons de Cinza"...), alguém tem que ir na contramão, não é verdade?

E de minha parte, o que posso prometer aos caríssimos leitores do blog são mais 300 posts pela frente, pelo menos!

PS 1: Como 300 é um número grande pra caramba, e eu mesmo já estava ficando perdido em relação ao que já tinha escrito neste blog, fiz um índice de postagens para que o leitor possa procurar por textos antigos - inclusive as resenhas curtinhas. O índice ficará em destaque nas tags à direita, e você pode acessá-lo clicando aqui.

PS 2: Eu ficaria muito feliz se, nos comentários dessa postagem simbólica, os leitores falassem um pouco sobre como conheceram o FILMES PARA DOIDOS e também sobre seus textos preferidos. Além, é claro, de dar sugestões para o futuro do blog. Obrigado a todos pelo carinho e por seguir minhas divagações durante essas 300 postagens...

103 comentários:

Alexander D. disse...

Conheci o FILMES PARA DOIDOS a 2 anos atrás, através de um post no blog Haznos, e desde então nunca mais deixei de ler nenhuma resenha.
Nunca, em nenhuma forma de midia eu li criticas tão honestas e sérias.
Sérias por que se comprometem com o contexto do filme, e explicam a era, os modismos e como foi produzido o filme.
Honestas por que assumem que mesmo quando um filme é ruim, não se trata de uma experiência ruim, mas uma outra forma muito mais livre de diversão dentro da arte cinematográfica, que infelizmente alguns criticos tentam levar a sério demais pelos motivos errados.
Para leitores ávidos como eu, os textos do FILMES PARA DOIDOS sempre serão curtos...

Tiago - Sumaré/SP disse...

Bom, como visitante diario do blog, me sinto na obrigação de comentar um pouco sobre o blog. Conheci o dito cujo, através do site Boca do Inferno, onde já era fã fervoroso de seus textos sobre filmes toscos (inclusive, POR FAVOR, coloque-os no blog) Era minha forma predileta de fazer um descarrego mental. Os textos são sempre excelentes, embora sinta falta de textos sobre filmes de terror e trash. Sua saída da Boca foi muito sentida e praticamente migrei de la para ca e, pra ser sincero, não me arrependo nem a pau. Eu sou daqueles que vai ler cada um dos seus próximo 300 posts (espero que sejam mais) com certeza!!

elemesmo disse...

Conheci por acaso fazendo uma busca sobre filmes antigos do Superman (acho, não me lembro muito bem). Não desista de escrever aqui, por favor, mesmo não dando dinheiro nem ganhando espaço em outras publicações, eu tenho quase certeza que dentre os blogs que falam de "cinema de bordas e congêneres" esse é o blog mais acessado. Mais que o Boca do Inferno.

Ricardo Leite Costa disse...

Felipe, realmente este é um número respeitável! Parabéns! Sou leitor assíduo do blog e, através do mesmo, conheci filmes espetaculares que eu nunca havia sequer ouvido falar. Não me lembro exatamente como conheci o "Filmes para Doidos", mas creio que vi alguma citação sua sobre ele no "Boca do Inferno", que é outro site muito frequentado por mim (pelo menos era, pois o novo formato dele não me agradou muito). Bom, é isto. Mais uma vez, meus sinceros parabéns pela conquista! Um blog de fã, feito para fãs! Que perdure por mais 300, 400 ou sei lá quantas postagens mais. Tenha certeza que você terá muitos doidos acompanhando sua saga. Abraço!!

Daniela Monteiro disse...

Eu conheci o blog por intermédio do site Boca do Inferno, que descobri procurando resenhas sobre "A Vingança de Jennifer" no Google. Pelo Boca, vi que o meu crítico favorito tinha um blog próprio e virei frequentadora assídua.
Divirto-me muito com as resenhas e com a linguagem simples utilizada. Gosto do textos longos e bem detalhados, da análise aprofundada, do cuidado com os dossiês...
Ou seja, sempre fui fã mesmo. Antes de conhecer a pessoa que escrevia. Mas já sabia que seria alguém que adoraria ter no meu circulo de amizades, pois temos gostos muito parecidos. E fico feliz e muito orgulhosa de hoje conhecer o autor e ainda tê-lo como pessoa muito importante na minha vida. O que em parte foi possível graças a esse humilde e sensacional blog.
Parabéns pelo trabalho e um grande beijo. Da pessoa que já gostava de você antes mesmo de o conhecer pessoalmente. E agora o ama profundamente. =)

Josiere Messias disse...

Conheci o blog logo no inicio, lia muito o boca do inferno(diminui um pouco depois do quase fechamento), sempre gostei muito dos textos, dos filmes, conheci muita coisa por conta desse blog.
Já passei raiva por conta desse blog, muitos filmes que vi aqui procurei feito louco e não encontrei.
Espero que o blog continue assim. Meus textos preferidos são sobre files italianos e animações.Espero algum dia ler sobre "Dead Leaves" aqui, fora idade é uma animação que combina com blog.

Calil Neto disse...

Conheci o caríssimo Felipe Guerra pelo site Boca do Inferno e por seus filmes, e procurei mais por ele na internet. Foi aí que encontrei o Filmes para Doidos que para mim é um dos melhores blogs de cinema tosco e bagaceiro do país. Parabéns pelo blog e que venham mais 300, 600, 900 resenhas sobre esses filmes que adoro.

Forte abraço do Miguel Calil Neto.

indigocity disse...

Parabéns Felipe por esse marco.
Te acompanho desde a época do Boca do Inferno.
acho seu trabalho maravilhoso e acho fantástico quando abro o blog e vejo textos kilométricos...sempre guardo eles pra ler durante o almoço.
quanto aos comentários, as vezes o papo está de tão alto nível, que fico com receio de postar alguma bobagem...
mas a partir de agora vou fazer o possivel para participar mais ....

indigocity disse...

outra coisa... não tem grupo no Facebook?

Franck Costa disse...

Felipe, achei o seu blog por acaso, procurando não lembro se um filme ou um artista, há uns 6 meses atrás. Já li muitas das suas resenhas (tirando aquelas de Loolapaloza - é assim que se escreve) que eu não li porque como não sou estudante de cinema, acabei não me interessando muito. De qualquer forma, muitos filmes que você resenhou eu já vi e tive oportunidade de rever após ler sua ótica da coisa e é por isso que passei a gostar muito do BLOG e das resenhas, pois me abriu uma oportunidade de "falar" com alguém que detém conhecimento de causa, mas não é um chato tentando empurrar goela abaixo a própria opinião. Parabéns pelo BLOG e que venham outras 300 publicações...

Allan Verissimo disse...

Eu já era fã do trabalho do Felipe M.Guerra desde os tempos do Boca do Inferno, mas tenho que admitir que descobri o Filme para Doidos por acidente, quando uma vez eu pesquisei sobre os filmes do Superman e encontrei a resenha dele sobre o Superman Redeemed. Desde então, virei frequentador do blog. Parabéns pelo blog, e que venham mais 300 resenhas!

João Franz disse...

Sempre gostei muito dos filmes de ação dos anos 70 e 80 e descobri o Filmes para doidos justamente pela postagem do Felipe sobre "O Exterminador" de James Glickenhaus. Desde então, tornei-me um ávido leitor deste blog fantástico. Gostaria de parabenizar o Felipe pelo trabalho, e que venham mais 500 posts sobre filmes de ação esquecidos! Parabéns, felipe guerra!

Anônimo disse...

Como visitante freqüente, e atendendo ao seu pedido, conheci o Filme Para Doidos através do Boca do Inferno. Um dia , lendo uma matéria lá, me deparei com um link do lado da página, " filmes para doidos". Lógico que lendo algo assim me perguntei : "mas que porra é essa ?!?" Cliquei e cá estou até hoje. E parabenizo pelo bom trabalho, e que continue por um bom tempo ainda. Bom final de ano!

Franklin disse...

Por incrivel que pareça mesmo eu sendo um leitor do Boca do Inferno, foi procurando sobre resenha de filmes pornos nacionais que parei por aqui, eu disputava com os meus colegas nas reuniões quem trazia os piores filmes trash de horror, porem conhecendo esse blog acabei subindo de nível não dava mais para comparar o que eu andava assistindo com eles!!!! Sinistro!!!! Parabéns Ai, força se precisar de grana fazemos vaquinha huahauhauahuah!!!!

Dylan Dog a.ka.Victor B. disse...

Bom, a 1ª vez que acessei o blog,foi há uns dois anos atrás.Eu lia suas críticas no site Boca do Inferno e um dia acabei lendo uma do filme Killer Crocodile que me trouxe aqui,mas não dei muita bola.Entretanto esse ano redescobri o blog e adorei.Fico de olho nas suas sugestões e já até assisisti algumas(Django,o Bastardo,Viver e Morrer em L.A.,Brazil).Como sou jovem só peguei essa fase do VHS bem no finzinho mesmo,mas sempre quando posso baixo os filmes que você indica.Espero que continue com esse excelente trabalho de desenterrar pérolas do passado.
Bom ,agora á respeito de sugestões pro blog,acho que você poderia fazer mais resenhas de Spaghetti Westerns,especialmente dessas franquias intermináveis tipo Sartana,Alleuia,Sabata,Django que tem poucas informações na net(já que o pessoal prefere falar só do Leone)e alguns diretores menos badalados como Sergio Solima,Sergio Garrone,Demofilo Fidani e claro Slashers Movies.Abraços e tudo de bom!!!

Ronald Perrone disse...

Parabéns pelos 300, meu caro!

Bem, eu conhecia o seu trabalho como crítico desde a época da Boca do Inferno, então quando criou o blog passei a acompanhar desde o primeiro post.

Acho que os posts que eu mais curto foram sobre o Pyun, especialmente CYBORG.

Abraço e que venham os outros 300 posts!

João Ferreira disse...

Parabéns pelos 300 posts. E ótima ideia organizar os reviews por ordem alfabética.

Anônimo disse...

Parabéns!

Conheci esse blogue quando eu procurava algo sobre o filme O Tesouro do óvni. Com o tempo, reparei que aqui é um dos melhores locais da internet para conhecer (e até reconhecer) pérolas que a maioria dos críticos "sérios" adora manter distância.
Espero que venham mais 300 postagens, porque filme doido é o que não falta!

alexandre disse...

acompanho este blog a muito tempo e serve como grande fonte de inspiração para caça de titulos raros e obscuros para minha coleção. graças ao - filmesparadoidos - conheci muitos titulos raros que possuo hj em minha coleção privada. todos em dvd importado

att
alexandre de barros

Anônimo disse...

Eu conheci o blog procurando sobre filmes trash aqui na net e o google acabou me indicando o Filmes para doidos. A primeira resenha que li foi "A Guerra dos Ninja" e a partir daí não parei mais. Acabei descobrindo filmes como os inacreditáveis "Os Clones de Bruce Lee" e "Metalstorm" e poder conhecer mais sobre filmes que já conhecia como "Ninja - A máquina assassina" e "Remo - Desarmado e perigoso" que eu assistia no Domingo Maior da Globo.
A minha resenha favorita é o ruim, tosco, debilóide, louco, absurdo e bizarro "As Aventuras de Sérgio Mallandro". Mas gosto também dos textos dos filmes do Sady Baby e dos x-rated americanos.
Se você continuar escrevendo sobre essas produções, eu agradeço.

Eu ainda não vi a resenha de "A Aparição" aqui no blog. Espero ver em 2013.

E que venham mais 1000 resenhas.

Abraço,

Paulo Geovani

Tiago Cardoso disse...

Muito legal Felipe! - Acho que você tem que continuar com essa aventura de nos manter aquecidos com a cultura cinematográfica =) Parabéns!

Alexandre H disse...

O Guerra não me conhece, mas o conheço desde a época em que a TGTG era uma boa comunidade (há muiiiito tempo...) e sempre acompanhei os textos dele tanto no multiply como no Boca. Coitado, ele era sempre espinafrado por uma cambada de idiotas, mas nunca desceu o nível ou perdeu o bom humor. Eu mesmo, gostava muito dos textos babilônicos dele e dos comentários sobre filmes no orkut, e conheci muita coisa obscura, sendo ele o responsável, hahaha! Daí, quando ele partiu para o FILMES PARA DOIDOS, não podia ser diferente e passei a acompanhá-lo aqui também. Mas pra não falar que ele não me conhece, ele me mandou dinheiro e eu comprei o DVD de O ENIGMA DE OUTRO MUNDO pra ele, aqui no Rio, hehehe! Parabéns pelos 300 posts, Guerra!

Kubota disse...

Parabéns Felipe!!!! Te acompanho há mais de dois anos! Fundei o meu blog de cinema com um amigo há mais de três!!! Adoro o seu estilo de postagem, realmente, remando contra a maré intelecutalóide!!!! Continue assim sempre!

Anônimo disse...

Eu sempre fui fã dos seus gigantescos posts sobre filmes terror e filmes trash que você escrevia para o "Boca do inferno". Eu conheci o "Filmes para doidos" por acaso, procurando outras de suas criticas na internet. Inclusive, boa parte do meu (mau)gosto cinematográfico se deve aos seu posts no "Boca do inferno" e ao "Filmes para doidos"(eu acredito que já deva ter lido os seus 300 posts umas quinze vezes!!).Entao, que venham os proximos 300 posts.
Ps:Minha unica objeçao é a falta de posts sobre filmes de terror trash italianos(como "Nightmare city" do Umberto Lenzi e "Predadores da noite"e as tranqueiras do Bruno Mattei)e de filmes clássicos dos anos 70 e 80 como a "Noite dos arrepios","Os mortos vivos", etc...
Ps 2: Meus posts favoritos são "Ruas selvagens","O exterminador", "Exterminador 2","Silk" 1 e 2 e "Desejo de matar 3".
Ass: Alvaro de Souza

Miguel Suarez disse...

Conheci o blog quando procurei no google algo sobre o filme "os caçadores de atlantida", que eu tinha visto quando passou na TV e queria rever, e ai um dos links indicava o artigo desse blog. Ai li esse artigo e ai passei a ler todo o resto que tem sido escrito aqui.

Eu raramente comento, mas já li a maioria dos textos do blog, esse blog é um dos meus sites favoritos de humor, até recomendei ele por discussões internet a fora sobre sites de humor.

Os textos que eu achei meus favoritos foram toda a saga dos filmes do Steven Segal já decadente, e que foram lançados direto para video. Mesmo não tendo visto nenhum dos filmes, só vi algumas cenas deles que achei isoladas no youtube, morri de rir com os textos.

Para mim o melhor para o futuro do blog seria pegar especialmente os filmes bem ruizinhos com roteiro bem sem noção e tirar sarro deles, que essa é a minha parte favorita do blog.

Ass. Miguel Suarez.

Luís Guidi disse...

Cara, fica difícil destacar textos preferidos no meio de tantos... Todos me garantiram boas risadas e me trouxeram muitas informações!

E sugestões para o futuro do blog? Continue nessa mesma linha, nada a acrescentar. Mas bem que você poderia, de vez em quando, fazer um texto sobre algum filme de horror mais obscuro. Ah, e é claro, mais entrevistas como o do Anselmo Vasconcellos e daqueles diretores de horror.

Bruno disse...

Conheci O Filmes para doidos ano passado, procurando sobre o filme Trancers. Desde então nunca mais fico sem passsar por aqui.

El Phantasmo disse...

Parabéns pelo trabalho.
Desde o saudoso Erotikill do Carlos Afonso, sempre procuro por blogs de filmes alternativos, então, a partir do Boca do Inferno, era o site a ser lido, descobri o Filmes Para Doidos. Junto com o também saudoso Viver e Morrer no Cinema, o Nudo e Selvagio e o Dementia 13, do Perrone, que também está de parabéns, o seu blog é a razão principal pela qual eu acesso a Internet (fora a pornografia, é claro). Muito obrigado por compartilhar essas pérolas conosco e que vocês continuem ativos enquanto outros caem. Um brinde aos grandes divulgadores do verdadeiro cinema.

Bússola do Terror disse...

Bom, em 1º lugar, parabéns pela postagem histórica!
Eu conheci o Filmes Para Doidos mais ou menos há 1 ano e meio ou 2 anos atrás. Só não consigo lembrar agora qual foi exatamente o 1º post que vi aqui, porque já dei várias olhadas nos arquivos mais antigos do blog. Então, já não sei mais direito por onde comecei a ver rs. Mas eu já via os seus posts lá na Boca do Inferno (eu ia quase sempre lá ainda na época do site antigo).
Bom, o que eu posso sugerir é que você continue com o blog no ritmo que você segue. Tá ótimo assim!

gélikom disse...

Parabéns ao melhor blog brasileiro. Também conheci o blog através do Boca do Inferno que comecei a acessar em 2006. Eu lia todos os artigos do Boca aleatoriamente, mas sempre percebia que gostava mais de alguns textos do que de outros, quando fui ver o autor dos textos que mais gostava, todos tinha sido escritos pelo Guerra, acompanho os textos do guerra a quase 7 anos e só posso agradecer.

Tony Sarkis disse...

Esse blog é fantástico!!
O conheci há uns 3 anos fuçando no google, não me lembro o que estava buscando.
Daí em diante a gama de filmes dos quais eu nunca eu tinha ouvido falar foi enorme, só tenho a agradecer a você Felipe.
Parabéns pelo blog e pelas excelentes críticas.
Vida eterna ao FILMES PARA DOIDOS.

H. Novelli disse...

H. Novelli.
Felipe, sigo seus textos desde a época em que você era articulista do Boca do Inferno, e posso dizer que o seu blog é um dos poucos em português que eu sigo religiosamente.
Parabéns, e que venham mais 300.

P.S: O blog do tal cineasta é muito chato mesmo.

vitor disse...

conheci o seu blog e seu "trabalho" como crítico por conta do boca do inferno, no qual suas críticas sobre filmes como zumbi 3, ratos e filmes do bruno mattei em geral me fizeram rir um bocado. tb acompanhei o multiply. meus textos preferidos do blog foram sobre: bastardos inglórios, os filmes de desejo de matar, o homem-aranha da canon, hollywood boulevard, keruak, rock'n' roll high school. e eu curti bastante as resenhas curtas foram ótimas dicas de filme.

boa sorte com o blog e continue o bom trabalho.

Caio Santos disse...

Entro aqui faz um ano e não faço ideia como descobri o blog hahaha, só sei que se tornou o meu preferido de cinena. considero Este é Sledge o melhor texto.

Carlosds disse...

(..)

Daniel I. Dutra disse...

Parabéns pelo blog! 300 postagens e mil visualizações diárias é um bom número. Tem blog que não consegue mil visualizações em um ano.

Não lembro bem como conheci o Filmes para Doidos, mas acho que foi através do Boca do Inferno. Salvo engano, acho que no Boca do Inferno tinha um link dos blogs dos colunistas do site na época.

Minha sugestão para o blog, se o objetivo é atrair um público maior, seria dar um upgrade no visual.

Infelizmente internet é assim, as pessoas se atraem pela embalagem do site. Podem observar que todos os sites bem visitados tem um visual caprichado.

Eu pessoalmente acho que vale a pena investir no visual. Até porque, considerando o excelente nível dos textos, o Filme para Doidos bem que merecia de presente um visual que faça jus a qualidade de seu conteúdo.

Tem muito blog e site com visual caprichado (como o daquele critico de cinema) que simplesmente não merecem o visual bom que possuem, dado as idiotices que o seus donos escrevem.

Como já citaram aqui, outro caminho é divulgação no facebook. Não apenas criar um grupo no face, mas também colocar no blog mesmo uma opção "curtir" que manda para facebook.

Uma outra ideia seria abrir um espaço para "Guest Post", ou seja, publicar textos sobre filmes escritos por leitores do Filmes para Doidos.

Abraços e muito sucesso.

Oficial de Ciências disse...

Já tem um tempo que acompanho seu blog e vou te dizer, sou fã! Adoro a maneira como você escreve sobre os filmes, e gosto da maioria dos filmes e dos estilos destes filmes que você publica e fala no seu blog.

O conceito de “filme-cabeça” me pareceu sempre muito, muito estranho. Pois, o que se tem, na verdade, a meu ver, é cinéfilo “cabeça”. Para se passar mensagens importantes em um filme, é fundamental que você tenha quem vá considerar isso importante e estar pronto para perceber estas mensagens. E este tipo de pessoa, me parece, também é capaz de perceber tais mensagens ou trechos delas em quaisquer filmes.

Já pensei em escrever um blog para filmes, mas nem entendo tanto de nenhum gênero de filmes e nem consigo manter um blog “variado”. Às vezes posto algo que achei sobre algum filme no meu e fica por isso mesmo. De qualquer forma, é muito bacana que você tenha conseguido sustentar o seu. É muito difícil sustentar um blog por muito tempo. Justamente por esta questão de não ser remunerado para isso, a coisa vira mesmo um trabalho gratuito para pessoas que você nem sabe que existe ou se realmente lêem.

E, sobre o PS 2... Conheci o blog num destes acasos da internet, onde você sai procurando uma legenda para um filme antigo e disso acaba pulando de blog em blog e do nada me surgiu este depois de ler a resenha que tinha acabei virando leitor assíduo. É difícil sugerir algo pois realmente gosto do blog como ele é. Gosto dos filmes, sinto apenas que às vezes não vejo muitas resenhas de alguns filmes “trash”. E até de filmes novos que curti e que a imprensa não deu a mínima (no meu ponto por não ter entendido que se tratava de uma “releitura” trash) como foi o caso do Jenifer´s Body. Mas só isso, para mim o blog é fantástico, você está de parabéns e tomara que consiga manter ele ai, no ar, apesar de todas as dificuldades que sei que existem.

Paulo Torres disse...

Não me lembro ao certo como fiquei conhecendo o Filmes para Doidos, se por idicação de alguém, ou se por alguma busca no google por algum filme obscuro, mas curto desde a primeira vez que li. Gosto principalmente das resenhas sobre comédias, gênero que críticos tradicionais menosprezam, e que no cinema de hoje em dia é tão difícil de ver algo que valha um ingresso.

Otavio Colino disse...

Felipe, eu conheci seus textos no antigo boca do inferno, quando no finzinho da minha adolescência fiquei fissurado em filmes gore e quando consegui internet era umas das coisas que mais interessava. Boca do inferno era um site que eu lia e relia todos os dias.
Nasci em 88, e todo meu conhecimento cinematográfico começou com sessão da tarde, sessão kickboxing, cine trash, domingo maior e cine privê, essas porcarias que nos ofereciam pela TV aberta. E eu adorava tudo isso, não vivi o auge das VHSs e nem a melhor epoca da TV, tinha um video cassete que eu deixava gravando as madrugadas da globo na esperança de assistir algo que prestasse, foi assim que assisti: Warriors, desejo de matar, janela indiscreta,2001 odisséia no espaço, o iluminado, poderoso chefão 2 (meus filmes preferidos são dessa epoca que assistia no VHS gravado em qualidade EP e tudo dublado toscamente!) entrei outras coisas que a TV aberta permite passar, foi uma otima fase na minha vida que não voltará nunca mais. Aprendi a gostar de filmes assim.

Encontrei o Filmes Para Doidos procurando pelo seu nome no google, acho que em 2009, no começo do ano. E hoje é um site que visito TODO O DIA. Mesmo sabendo que na maioria das vezes você só posta um texto por semana, TODO DIA eu venho aqui, quase como um transtorno obsessivo.

Eu leio tudo que você escreve por que gosto da maneira como lida com as palavras, fica fácil imaginar uma pessoa falando ao meu lado e não um simples texto em frente ao computador. Eu nunca comentei nada no blog pois a maioria dos filmes eu não vi, se servir como sugestão seria bom se você de vez em quando escrevesse sobre filmes para doidos que tenham passado em Tv aberta muitas e muitas vezes, fica fácil do povão se indentificar com o texto.

Enfim, só digo mais que na verdade eu sinto inveja de todas as porcarias que você pode assistir ao longo de sua vida, e sinto inveja do animo que você tem de assistir uma porcaria e ainda por cima vir escrever uma texto de 1000 palavras sobre um filme porno ruim dos anos oitenta que ninguem nunca ouviu falar. Inveja, essa é palavra. Espero um dia ter a bagagem cultural(hã?) sua e quem sabe até escrever meus proprios textos doidos.


Feliz natal, ano novo, fim de mundo e o caralho \o\o\o

perseus algol disse...

ola Felipe, sou seu fan a pelo menos uns 3 anos, sempre gostei dos seus textos no boca do inferno, se me lembro bem conheci o filmes para doidos por outros blogs de cinema, desde então bato ponto toda segunda feira kkkkkkkkk é muita injustiça vc não ter nem um tipo de lucro com seus textos autênticos e sinceros, enquanto tem gente que ganha pra babar ovo de umas verdadeiras merdas, vc é o cara! fique com deus!

A OLHO NU disse...

DECLARO,SOU UM DOIDO!!!

Adoro este blog,descobri ele por acaso,ao certo nem imagino o motivo porque começei a lerseus texto,o mais provavél era por causa do seus textos no Boca do Inferno!!!

Fora isso adoro de coração seu blog,a cada nova resenha ajeito meu parto de janta e vou comendo e devorando seus textos ácidos maravilhosos!!!

Bem você édiu uma dica,bem eu daria apenas duas,imples,mas duas,uma é que você mudasse o layout do blog,pois em 300 postagens o blog merece uma roupagem nova,simples,mas nova!!! E em segundo,se fosse possível que você fizesse algumas resenhas sobre filmes B,principalmente do diretor Russ Meyer que descobri este ano no Youtube e que são verdadeiras loucuras cinematográficas!!!

No mais que venha 300,600,900 FILMES PARA DOIDOS e eu aqui enlouquecendo cada vez mais!!! Abraços,Sebastião.

Anônimo disse...

Assim como alguns citaram, eu também já era fã do Felipe desde a época do Boca do Inferno. Mas acreditem ou não, conheci o "Filmes Para Doidos" por acaso. Eu costumava a frequentar o site Putrescine que vendia filmes raros e obscuros do cinema exploitation no geral, e ficava catando os títulos brasileiros pra comprar (além dos gringos), mas o Putrescine saiu do ar e eu nunca mais encontrei uma lista tão grande de filmes brazucas dos anos 70 e 80. Então, numa dessas procuras pelo Google eu dei de cara com a resenha do filme do vampiro brasileiro chupador de bundas (kkkkkkkk). Eu comecei a ler a resenha mas nem tinha visto que o Blog era do Felipe. Durante a leitura eu pensei "porra, que resenha bem detalhada", aí eu olhei o dono do Blog e vi que era o Felipe e disse "ah, tinha que ser, pra ser uma resenha tão bem dissecada assim".

Daí, não parei mais de acompanhar. Embora eu só tenha começado a comentar nesse ano de 2012.

Parabéns pelas 300 postagens, Felipe.

Agora, pra dar sugestão eu sou péssimo. Bom, vou tentar dar uma: Esse site, como você falou, Felipe, é pra abordar obras mais obscuras (no sentido de filmes não muito conhecidos do grande público). Será que filmes mudos podem ter alguma chance futuramente? É que depois que vi aquela sua resenha sobre o filme do Homem-Aranha que não foi feito, eu pensei "se ele fez uma ótima resenha sobre um filme que nem sequer foi feito, será que rolaria resenhas com histórias sobre filmes mudos perdidos?". Por exemplo, o filme "London After Midnight" renderia uma ótima resenha. É um filme mudo considerado perdido, mas que muita gente jura que já viu (rsrs, sei lá, talvez tenha algum ancião por aí ainda vivo que viu esse filme em 1927). Acho que se for bem pesquisada a história desse filme, poderia render uma ótima resenha, sobre a forma como o filme se perdeu (parece que foi queimado), sobre cópias falsas... sobre alguma possível cópia ainda estar vagando por aí em algum porão do planeta. Outro filme interessante seria a versão japonesa do King Kong, feita em 1933 (mesmo ano do Kong americano original), um curta mudo, que também é um filme perdido.

Aliás, nem precisa falar necessáriamente sobre filmes mudos, se existir filmes perdidos dos anos 70 e 80, por exemplo, seria legal conhecer a história por de trás deles.

Bom, é isso daí, que venham mais 300 postagens.

Abração.





Night Owl.

Guilherme Canuck disse...

Até hoje me lembro que conheci seu blog na minha infancia, quando estava pesquisando sobre 3 Dev Adam. A partir dai, sempre acompanhei seu blog, que me influenciou muito sobre meu gosto cinefilo.

Embora acompanhe seu blog todo este tempo, nunca tive realmente nada importante pra adicionar aos anais do blog, por isso sempre me mantive em silencio, embora que neste momento especial, eu tinha que dizer que hoje eu amo cinema por sua causa.

O engraçado é que seu blog já me causo muitas encrencas, como quando falei do seu texto sobre porno 3D na escola e isto levantou um turbilhão de piadinhas infames a meu respeito ou quando minha mãe viu uns peitinhos de fora no testo sobre TNT Jackson...

Enfim, que este 300 se transforme em 1000 e assim por diante...

Caio Carvalho disse...

Conheci seu blog através do Boca do Inferno. O engraçado é que hoje em dia eu não frequento mais tal site, porém sou um leitor assíduo do FILMES PARA DOIDOS.

Me lembro bem da primeira resenha que li no blog: Death Warrior, filme turco de artes marciais. Não sei se por o filme ser excepcionalmente ruim (mesmo para os padrões do FILMES PARA DOIDOS) ou pelo texto ser muito engraçado, mas essa é certamente minha resenha predileta, e volta e meia torno a lê-la.

Sempre recomendo aos amigos visitarem esse blog, pois ele é a melhor fonte de conhecimento do cinema bagaceira que eu já vi. Espero poder ler seus textos por mais vários anos, e que venham mais 300 postagens!

Igo Castro disse...

Tenho um site sobre Os Trapalhões (trapalhoesnostalgia.com) desde 2008. Sempre fui fascinado por resenhas e certa vez, ano passado, procurando por resenhas dos Trapalhões encontrei-as no FILMES PARA DOIDOS. São ótimas. E aí, como uma coisa puxa a outra, li de outros filmes, e mais outros, até que passei a acompanhar quase que religiosamente o blog. Não me arrependo. Abraços Felipe e continue com este bom trabalho.

The Arcade Fire disse...

Cara, se você puder continuar com as resenhas curtas, por favor, faça! Teu blogue é bom demais, de vários blogues e sites que leio diariamente, o seu é o mais bem escrito. As resenhas curtas são simples e diretas, sempre inteligentes, e nunca vi você errar uma opinião sequer!
Conheci o blogue através do Boca do Inferno também, não sabia que você não contribui mais com o site. Uma pena... para eles! Sou fanático por filmes de terror, e suas resenhas sempre tem muita informação. Sem querer puxar o saco, mas você é um estudioso do cinema, baseia sua opinião em informações, e não em achismo ou estrelismo, como outros. Seu olhar parece estar distante do que a sociedade dita como belo, e consegue mostrar a beleza que há por trás de um filme como O Vingador Tóxico. Seus textos são hipnóticos!
Não há nada para melhorar. Só não pode falar sobre política e futebol. Religião pode meter o pau!
Um abraço de um verdadeiro fã!

Fernando Rodrigues disse...

Conheci esse blogue quando eu garimpava na internet os filmes amalucados do Sady Baby. Ou seja, é por culpa do Sady Baby que eu me tornei fã do Filmes para Doidos.

Esse blogue, junto com o Dementia 13 e o Nuddio e Selvaggio, são os melhores quando o assunto é "filme que quase ninguém conhece".

Meus textos preferidos são aqueles que tu fizeste sobre a fase "underground do Stallone" e também aquele longo dossiê sobre filmes pornôs.
A postagem sobre os filmes do Spiderman que não aconteceram também ficou excelente.

Parabéns e vida longa ao Filmes para doidos.

Leonardo disse...

E aí, Felipe, conheci o blog este ano mesmo, é a primeira vez que comento.

Caí no site procurando pelo filme A ROTA DO BRILHO. Li o texto e fiquei ainda mais fissurado em assistir, mas até hoje ainda não encontrei ele em lugar algum.

Desde então, passei a acessar o blog. Sempre que estou puto da cara com algum coisa, recorro ao FILMES PARA DOIDOS para recuperar meu humor. Não tem erro, começo a ler qualquer texto e me divirto na hora.

Entre tantos que poderia comentar, destaco a série de textos sobre DESEJO DE MATAR. Pura obra de arte.

Grande abraço, aguardamos mais 300 doideras.

Nerdesign disse...

Olá, tenho um site sobre clichês e lugares comuns, a idéia é que as pessoas encontrem um filme que não sabem o nome e nem atores, procurando por uma cena da qual se lembram. Estou adicionando um clichê por dia e espero ajudar as pessoas a tirarem o peso dos ombros (eu mesmo achei um filme que procurava faz 19 anos).

caso queira parceria banner X banner é só dizer, estou montando os banners dos parceiros e colocarei no ar em janeiro

abraço

Anônimo disse...

Guerra,
conheci seu blog no BOCA DO INFERNO,começei lendo seus textos lá no site (que sempre foram os meus preferidos) e fuçando encontrei seu blog (indicado pelo site do Boca).O que me impressiona em você (além do talento para escrever) é o gosto (para filmes) extremamente parecido com o meu,pois eu me achava único.Peço que continue assim e não pare de escrever;apesar de me dever um post sobre o Porks.Gosto de todos os posts principalmente sobre cinema fantástico e faroestes italianos.Também gosto de dicas sobre filmes atuais,eu acho que você nunca erra;parabéns amigo.
Ass:Calígula

Anônimo disse...

Cara, conheci o filmes para doidos pesquisando sobre algum filme que você tinha resenhado, mas não lembro mais qual.

Abraço.

Danilo disse...

Queridissimo Felipe,

Conheci o seu blog através do texto do filme NO Coração do Perigo (adoro sir John Woo). Desde então fiquei apaxonaderrimoooo pelo blog. Tem dia que eu entro 3 vezes no teu blog só pra ver se tem resenha nova.

Teve uma semana que eu tava louco pra ler uma resenha até sonhei que tenha conhecia, eu chegava perto e pedia uma resenha, aí vc sorria pra mim e dizia tá bom meu amigo. Aí tudo ficava bem.

Todos somos muito felizes continue assim pra sempre amigo do peito

do seu fã numero 1000 danilo

Douglas disse...

Felipe,

Meus parabéns pelos 300!
Embora eu nunca comente, sou leitor assíduo do seu site acho que desde o início, pois faz tanto tempo que comecei que não lembro quando foi.

Lembro, isso sim, que a indicação do seu blog me foi dada para meu grande amigo Osvaldo Neto, de Recife.

Aliás, eu tinha procurado ele estes dias porque queria seu contato pra te enviar um filme...coincidência.

Esses 300 já foram, que venham outros 300!

Parabéns 300x pra você!

Sérgio Ferrari disse...

Conheci seus textos na comunidade do orkut Trash, Gore e terror em geral, acho q esse era o nome. Se não me engano era esse o nome. se não me engano vc era ativo lá. hahaha Bons tempos de comunidade. Ai o blog foi natural pra quem busca saber mais sobre esses filmes...indicações variadas sempre dentro do orkut. Eu usava o nome de 33

Anônimo disse...

Ricardo Lira

Conheci o FILME PARA DOIDOS quando digitei x-rated no google procurando por Ginger Lynn ou outra atriz clássica qualquer que no momento não me recordo o nome, aí vi o nome do Felipe e pensei comigo mesmo conheço esse cara de algum lugar, era do site 'boca do inferno'. Daí eu li aquela resenha sobre o filme "Ninja - Programado para Matar" acho que no blog está como "American Ninja" o título original(ou "A Máquina Assassina', não lembro o nome) que tem uma das interpretações de morte mais engraçadas da história (e pasmem esse filme já passou na 'Sessão da Tarde', sério!!!). Mas não guardei o nome do blog, até que eu percebi que só acessava o 'boca do inferno' para ler as resenhas do Felipe (e cá entre nós o 'boca...' tava ficando cada vez mais chato com um pessoal que contava o filme todo cena por cena e esquecia de comentar a parte técnica do filme e curiosidades em geral, e depois com resenhas super curtas e sem graça). Daí eu tava procurando alguma coisa sobre o John Landis e caí aqui de novo coloquei o blog no favoritos e acesso de vez em quando.
Textos preferidos gosto do "Tubarão 3", "Stalonne - Cobra", "Gotcha! Uma Arma do Barulho", "Perdidos no Vale dos Dinossauros", "Piranha 2", "Remo", "Tron", "Trovão Azul", "A Última Festa de Solteiro" entre outros...

laurindo big boss disse...

Laurindo Big Boss: Amigo Felipe,conheci este seu blog, quase por acaso, estava no YOU TUBE, vasculhando alguns filmes antigos, quando me deparei, com seu nome e o seu blog. Ja lhe conhecia de nome, principalmente pelo seu trabalho, como CINEASTA INDEPENDENTE. Assim, tive o prazer de conhecer O FILMES PARA DOIDOS, que como já falei em outras oportunidades, inclusive nas minhas mensagens natalinas, seu trabalho, nos da CINÉFILOS ou não, a ideia exata, de que filmes, são feitos, seja com EFEITOS,OU DEFEITOS, de roteiro, continuidade, maquiagem, interpretação, direção, enfim tudo aquilo, que tem como resultado final entreter e divertir. Voce nos traz, de uma forma sempre bem humorada(sem acidez),resenhas que nos faz pensar em como O CINEMA É FEITO E COMO NÃO DEVERIA SER FEITO. Tudo em uma linguagem simples e como falei, bem divertida, dando também oportunidade a todos que te seguem, de manifestar seus comentarios, com suas concordancias ou não e sempre de modo democratico. Por estas e outrs, meu amigo,eu assim como todos que te seguem, esperamos que voce continue conosco, nos brindando a cada resenha, com o cada vez melhor FILMES PARA DOIDOS. Deixo uma pequena sugestão, quem sabe voce não poderia fazer resenhas sobre SERIADOS ANTIGOS E ATE ATUAIS, seria muito legal. Meu Amigo FELIS 2013, PARA VOCE E FAMILIA, continue seu trabalho, e esteja conosco em mais um ano...Um Abraço Laurindo Junior.

Fernando disse...

Felipe,
Eu era um leitor assíduo do Boca do Inferno e membro da comunidade do Orkut de filmes de terror que você fazia parte (não lembro o nome), com isso conheci o seu multiply e depois o filmes para doidos.
Hoje essa comunidade do Orkut nem sei se existe mais e Boca do Inferno tem muito tempo que não acesso também.
Parabéns pelo blog e espero que você não desanime e continue postando sobre esses filmes que ninguem comenta.
Umas das minhas postagens favoritas são sobre a série Desejo de Matar!
Abração!

Anônimo disse...

Conheci o filmes pra doidos pesquisando sobre Billy Drago, mais trash que isso impossível näo é mesmo, e desde entäo virei leitor assídu, descobri e assisti filmes que jamais iria saber que existia. Obrigado por esse blog existir, espero que dure por muitos anos.

Marcelo Lamy disse...

Parabéns pelo blog Felipe !

Conheci através do site Boca.

Gosto bastante dos textos longos, mas aprecio também as resenhas curtas uma vez que permite um contato com maior número de filmes em único post.

Não sei se é possível, mas seria interessante resgatar os seus artigos publicados no site Boca e publica-los com atualização no seu blog.

Gosto de todos os artigos, mas um que dei mais risadas foi sobre o filme "Burial Ground: The Nights of Terror".

Abraços e parabéns!
E até o artigo comemorativo de 600 posts.

JD disse...

Conheci o sítio enquanto estava pesquisando sobre filmes das décadas de 60/70 e ví que havia alguma afinidade no gosto por produções baratas mas prazeiroras de assistir. Apesar de algumas abobrinhas eventuais, também gostei do estilo "direto ao ponto", em oposição com outros que gastam 2/3 do texto para marcar "eu sei muita teoria".
Boa sorte em suas próximas 300 resenhas.

Anônimo disse...

Já que a moda é falar do fim do mundo, será que existe algum filme obscuro e de baixo orçamento que mostre tal fato? E se existe, ele poderá ser resenhado aqui?

Paulo Geovani

Underbeatz disse...

Eu conheci o blog exatamente naqueles textos curtos sobre filmes novos e de festivais, e apesar de não comentar muito, sempre sigo o blog, e é dos meus favoritos q entro sempre q ligo o computador!
Essas pequenas resenhas poderiam continuar, pq atraem novos fãns q assim como eu, redescobrem a boca do lixo por exemplo. Vida longa aos Doidos! Parabéns!

Anônimo disse...

COnheci o blong enquanto procurava uma resenha decente sobre o filme "Viver e Morrer em Los Angeles", no início do ano passado.
Então por curiosidade li outros posts, e passei a acompanhar e inclusive anotar alguns filmes pra assistir depois.
Parabéns pelo blog...

Anônimo disse...

Felipe, acabo de encontrar o dvd do filme "Dia dos namorados macabro" de 1981 lançado pela Paragon. Será que presta?

Paulo Geovani

Felipe M. Guerra disse...

Paragon = Wonder = Magnus Opus = Continental = LIXO!

Anônimo disse...

O jeito então é procurar pela internet.

Valeu.

Paulo Geovani

Beth disse...

Estou tentando me lembrar de como eu acessei pela primeira vez o Filme para Doidos. Mas o que importa é que fiquei uns dois dias lendo as postagens anteriores e adorando, claro. Dois anos depois, este é um dos blogs que acesso frequentemente. Os textos dão de mil em muito "criticuzinho" metido, fora que onde mais eu conseguiria resenhas de filmes raridades? Para mim um dos melhores posts é aquele do início da carreira do Stallone. Que venham mais 300!! Parabéns ao Felipe, e um feliz natal a todos!!!

Diego Caetano disse...

Olá, parabéns pelo seu blog, é um blog diferente sobre cinema que eu queria a muito tempo. Conheci ele através de uma postagem sobre piores filmes de super-heróis em um blog americano chamado WhatCulture, nessa lista havia um filme chamado 3 DEV ADAM, depois começei a pesquisar sobre este filme na internet e acabei achando uma resenha dele no seu blog, achei o blog simplesmente sensacional, depois disso não desgrudei mais dele. Tem muito coisa desconhecida aqui, parabéns pelo ótimo trabalho! É um dos melhores blogs sobre cinema que já vi, sem exageros. Que continue assim por mais 300 postagens....e 300 anos, rsrsrs. Valeu!

Anônimo disse...

Só passei aqui mais uma vez pra desejar um feliz natal pra você Felipe, pra Daniela, pra toda sua família e para os meu colegas leitores do blog.

Paulo Geovani

André Mendonça disse...

Olá Felipe,

não me lembro como cheguei no Filmes Para Doidos, certamente foi em alguma noite varando pela internet...

O slogan do blog logo me chamou a atenção: "resenhas longas sobre filmes que ninguém nunca viu". E eu comecei a reparar que alguns desses filmes eu já tinha visto ou pelo menos ouvido falar. Sempre me achei "doido por filmes", então não teve jeito e após ler alguns posts, o blog entrou direto na minha lista de favoritos!

O Coisas Eróticas foi o primeiro post que me marcou. Eu tinha esse filme baixado aqui, mas é uma tranqueira broxante tão sem tamanho, que dá a maior vergonha de comentar com quem quer que seja, então foi bastante aliviante ler tua resenha. Além do que, me senti tendo uma verdadeira aula sobre cinema nacional, porque é preciso falar tanto de blockbusters quanto da produção barata e fuleira sem menosprezo!

Os posts sobre os filmes dos Trapalhões também me marcaram muito. E aquele post sobre o fan film do Superman é uma aula sobre pós-modernidade! Destaco também que conheci através do blog dois filmaços que eu ainda não tinha visto: Fogo Contra Fogo e Viver e Morrer em L.A.

Adoro muitos dos "filmes-cabeça" que você tanto esculacha (sou fã de Tarkovski e adoro o Glauber, veja só). Mas isso nunca me impediu de inclusive rir muito quando você desce o malho neles! Até porque entendo sua crítica muito mais ao público desses filmes do que aos filmes em si, e aí concordo plenamente contigo!

Acho que era isso que tinha a dizer nesse post comemorativo. Parabéns pelo trabalho. E que venham os próximos 300!

Abraço!

Teily Fábio disse...

Caro Feipe, acompanho você desde os tempos do Boka do Inferno e do "Orkut paa pessoas intelugentes" kkk! Desde então acompanho seu blog sempre. Entrando paraticamente todo dia em busca de atualizações. Gosto de todas as suas postagens, passando por Westerns italianos, terror, ficção, etc... Das suas postagens, as minhas preferidas são as do Chuck Norris e Desejo de Matar, mas sou fã de todas as suas postagens sobre filmes italianos e dos anos 80 e 90. Vida longa ao Filmes para doidos, um fôlego de autenticidade e excelência na internet!

Carlos Almeida Jr disse...

Caro Felipe, parabéns pelas 300 postagens; conheci o site por (feliz) acidente, durante a busca por referências a "Viver e morrer em L.A.", a melhor que li até hoje. Alguém já disse que as bases de nossas preferências musicais são estabelecidas em torno dos 14-15 anos de idade, acredito que para o tipo de cinema que curtimos as influências vem muito anos, em nossa infância; para os que crescemos com os Cinema em casa da vida, seu site é uma maravilha; sugeriria uma postagem sobre Thunder, um homem chamado trovão e os outros filmes série American Ninja (2,3,4,5). Vida longa ao site!

Anônimo disse...

Olá caro autor,

Conheci o blog após uma onda de interesse meu por western spaguetti em 2010, dos quais o blog resenhou alguns muito bons, que logo que se degenerou por um interesse macabro por filmes exploitation.

Uma das resenhas de filme que mais gostei foi a do tosco "Tuareg", que li logo após de ler o bom livro original, que pouquíssimo tem a ver com o filme. Infelizmente, não consegui baixar tal filme!

Continue o bom trabalho em 2013. Um ótimo Natal para você e sua família.

Abraços!

Ronaldo disse...

Adorei as resenhas, voltarei aqui sempre. Você deve criar uma página no Facebook para ajudar na divulgação! Grande abraço e sucesso!

www.alascorsarias.com.br

Marcelo Seiler disse...

Lendo alguns textos do Felipe no Boca do Inferno , acabei naturalmente seguindo seu blog. Acho q foi também uma das minhas inspirações pra começar a fazer o meu. http://poucoapouco-seiler.blogspot.com.br/

Diones Leal disse...

Encontrei seu blog por acaso, procurando por bons classicos desconhecidos, tenho 24 anos e sou estudante de letras inglês, entretanto adoro os filmes antigos e raros, assim virei um leitor assíduo do seu blog desde o início de 2010.Também sou colecionador de VHS e DVDs, sempre é bom encontrar alguem com os mesmos gostos, ja baixei mais de 100 filmes descobertos e redescobertos através do seu blog(sem contar os que eu ja tinha). Parabéns pelo trabalho, digno de um gênio na minha humilde opiniao, você é um espelho para mim como cinéfilo e profissional. Um abraço.

elemesmo disse...

Nerdesign, qual o endereço do teu blog?

Felipe disse...

Você me indicou seu blog e não me arrependi. São as melhores resenhas de cinema que conheço, divertidas e com conhecimento do assunto.

Alexandre H. Vieira disse...

Felipe, você poderia fazer um dossiê sobre os filmes do Ed Wood ou algo sobre o diretor. Não se encontra algo substancial sobre ele na internet, então o filmes para doidos poderia fazer um artigo referência sobre a obra de Edward D. Wood Jr.

Diego Caetano disse...

Felipe, já havia comentado nesse post, mas me lembrei de dois filmes B de terror bastante esqueçidos: um deles é "Palhaços assassinos do espaço sideral" dos anos 80 e o outro é o clássico trash dos anos 90, "Bebê maldito", que foi distribuido no Brasil em VHS pela Califórnia Filmes. Sugiro uma resenha deles, são verdadeiras pérolas do terror trash!

Spyker disse...

Olá, Felipe! Meus parabéns pelos 300 posts desse respeitável e hilário blog. Tive contato com o seu trabalho pela primeira vez a uns 4 anos atrás, procurando por resenhas de "Desejo de Matar 2". Cheguei até o seu Multiply e então passei a conhecer curiosas pérolas thrashs como "Keruak, O Exterminador de Aço" por sua causa. Tanto que consegui uma cópia do Vhs da América Vídeo tamanha a curiosidade. Li todas as postagens, e suas resenhas interessantes aliadas a textos bem elaborados e divertidos me fizeram buscar pelo seu nome no Google, descobrindo mais matérias de sua autoria no Boca do Inferno. A primeira resenha que li aqui no Filmes Para Doidos, que eu me lembre foi o clássico "Tuareg, O Guerreiro do Deserto", que me fez ler todas as postagens até a mais atual da época. Desde lá, venho sempre passando aqui semanalmente para me divertir com seus textos e conhecer coisas que talvez nunca conheceria se não fosse vc. Vc faz um trabalho maravilhoso, Felipe, e mesmo que faltem comentários meus, estou sempre dando uma olhada, e muitos visitantes são assim como eu, pois os números de visita não mentem. Considero-o o meu professor, que recomenda sempre filmes extremamente còmicos, às vezes macabros, absurdos, esquisitos, pobres e podres, porém divertidíssimos muitas vezes por causa de um fator que muita falta faz no cinema de hoje: o de ser IMPREVISÍVEL. Filmes Classe C, ou D, em que diretores recebem menos cobranças dos produtores, fazendo por isso obras mais despretenciosas e pessoais. Vc, Felipe nos guia neste bizarro mundo. É de fato o "Mestre dos Doidos". Um grande abraço e um bom Ano Novo pra vc.

Matheus José disse...

Parabéns, Felipe.

Conheci seu blog meio ao acaso, mas, ele é um dos poucos que sempre atualizo para ver as novidades.

Graças a ti, descobri uma nova forma de ver os filmes e de assistir as tranqueiras com outro olhar.

Não desista do blog, tens um bom números de leitores e o reconhecimento virá, tenho certeza.

Novamente, parabéns, menino : )

javo disse...

Cheguei através do post de Pulp fiction de rodoviária e comecei a acessar sempre, apoio a ideia de uma matéria sobre Ed Wood.

Cristiano disse...

Caí nesse blog por acaso, ao procurar no google informações sobre a versão asiática de "A Fúria do Protetor", e acabei chegando ao post sobre outro filme do Glickenhaus, "O Exterminador" (o texto sobre "A Fúria do Protetor" não tinha sido escrito ainda). De lá pra cá, não parei mais de acompanhar o blog.

Meus textos favoritos são os sobre os pornôs brasileiros (risada garantida por um tempão) e sobre o clássico Desejo de Matar 3, que tem o melhor trecho de todo o blog:

"Se tivéssemos que analisar o filme friamente como obra cinematográfica, o bagulho provavelmente ganharia nota zero com seu roteiro inexistente, situações forçadas, violência gratuita e direção precária. Por outro lado, DESEJO DE MATAR 3 é divertidíssimo exatamente por causa desses defeitos, e você está lendo o FILMES PARA DOIDOS, e não o Cinequanon ou a Contracampo."

Enfim, parabéns pelo 300º post, e RUMO AO MILÉSIMO! :)

Allan disse...

Parabéns pela marca e por manter o blog sempre atualizado. Tenho blog também e sei como é trabalhoso.

Lembro que conheci o blog com o post do Intrepidos Punks, desde então venho acompanhando.

Eu costumo copiar os textos e colar no Wordpad pra ler durante o trabalho (já que a internet é monitorada lá) e é sempre uma boa saída pra aqueles momentos entediantes e tardes sem fim.

Espero que continue por muito tempo ainda.

Anônimo disse...

Felipe, dá uma olhada nesse site:

www.rarecultcinema.com

Quem sabe você não encontra aqui preciosidades que talvez nem conhecia?

Paulo Geovani

Tiago Braga disse...

Grande Felipe,

Fico feliz por esta conquista, cara e mais ainda por sua perseverança.

Eu acho que cheguei no blog em meados de 2009 ou 2010 (não lembro mais), mas sei que foi procurando por "Deadly Prey", através do google. Me amarrei no conteúdo do blog e o estilo do texto, conciso e com muito bom humor.

Comecei meu próprio blog há quase um ano, depois de vários anos ensaiando sobre o que escrever (tantas coisas). Com a ajuda do meu irmão, consegui levar um projeto adiante e estou com meu blog, onde, em parceria com ele, falamos sobre os gêneros de ficção científica, horror, fantasia e mistério em qualquer mídia. Apesar de gostar da parceria, meu irmão tem uma visão diferente e prefere postar coisas de maior apelo popular, enquanto eu passeio por coisas mais obscuras ou não muito populares, mais no estilo do teu blgo, que aliás serve de inspiração para mim. Lhe convido a dar uma conferida. Aliás, seu depoimento neste post serve de grande ajuda, principalmente pra quem tá começando.

Grande abraço.

Tiago "Pintopix" Braga

www.gamobranco.wordpress.com

Zeromind disse...

Felipe, parabéns pela marca, sou se fã como a maioria aqui do tempo do Boca, e seus posts são sensacionais, continue postando mesmo sem lucros, por favor ou você ira pro inferno e assistira uma maratona eterna de Halloweens do Zombie haha, abraço.

Lilly DiCine disse...

Olá, Felipe!
Seguidora 480 se apresentando! õ\
Você pediu, então lá vai: Minha primeira vez por aqui... estou gostando muito e conheci através de um compartilhamento do Felipe Campos no facebook.
Parabéns pelo post nr 300!
Bjo

Daniel Figueiredo disse...

Felipe, sou um grande fã do seu blog e, graças a seus textos e suas indicações, hoje sou um amante do que você costuma chamar de "tralhas". Passo incontáveis horas lendo seus textos e caçando esses raros filmes pra poder baixar e assistir. Tenho até vontade de criar um blog pra falar de filmes, mas a preguiça (ainda) tá falando mais alto rsrs.

O mais legal do blog é a forma bem humorada como você esculh, digo, critica os filmes. Já rolei de rir com vários posts... comecei lendo suas críticas no Boca do Inferno, principalmente sobre os filmes de terror.

Eu acho que tá faltando falar mais sobre esses "horror movies" trashs, que sempre me renderam infinitas gargalhadas. Você deveria escrever mais sobre esses filmes.

Estou sentindo falta também dos filmes do que, na minha opinião, é o pior dos piores de todos os tempos: Bruno Mattei. Você poderia fazer uma retrospectiva dos filmes dele que já foram analisados no site da Boca.

Ah, e uma última sugestão: porque você nunca escreveu sobre o maior filme trash de todos os tempos? Falo de Troll 2. O filme é tão ruim, tão ruim, tão sem pé nem cabeça, de tão mau gosto, tão ridículo... que é o típico "TÃO RUIM QUE É BOM"... tem também o primeiro Troll, não tão ruim quanto o segundo, mas também muito ruim!

Um abraço, e parabéns pelo blog.

Rodrigo Huagha disse...

Não lembro como conheci o blog, mas deve ter sido nas conversas do tempo do orkut , talvez! Duas vezes por mês passo aqui para ler os novos comentários sobre filmes. Gosto da mesma maneiras dos textos longos , como dos textos curtos( esses poderiam ter mais, justamente pelo apanhado de filmes que você faz) . Me lembro até hoje da dica do Los cronocrímenes e e Triangle com a Melissa George...entre outros.

Max Silva disse...

Eu já tinha tropeçado no blog uma vez há muito tempo atrás e tinha adorado o conteúdo.
Que bom que reencontrei-o numa ocasião tão especial.
Continue firme1

David Giassi disse...

Você precisa resgatar algumas resenhas do seu Multiply (como a que me fez comprar o DVD do filme "O Mestre da Guilhotina Voadora") e outras do Boca do Inferno (que por sinal cometeu a besteira de deletar os arquivos de resenhas de filmes antigos, só abordando os novos agora!)como a de "The Zero Boys", sem contar aqueles artigos que você fazia num final de determinadas críticas, citando outros filmes do mesmo estilo (como você fez em "Psycho Cop" e no próprio "The Zero Boys").

No mais, o blog está massa, e se precisar de uma banda de Industrial/Pós Punk pra fazer trilha sonora de algum filme nacional de Terror, estamos aí! (mais detalhes no meu blog)

Grande abraço e que venham mais 300 posts!!

Anônimo disse...

Felipe, como o David Giassi disse sobre "resgatar resenhas", e como citaram aí o Bruno Mattei.... será que não tinha como resgatar aquela resenha sobre o "Zombi 3" que você tinha feito para o Boca do Inferno?

Aquela foi uma das suas melhores resenhas, muito bem humorada e mostrando quais partes do filme foram feitas pelo Lucio Fulci e quais foram cagad... digo, feitas pela dupla dinâmica Mattei/Fragasso. rsrs

Abraços.




Night Owl.

Josiere Messias disse...

Parabéns novamente, eu gostaria apenas de saber se há algum problema em postar os seus artigos antigos do boca do inferno, felizmente eu fiz um backup antes do site mudar, mas ainda assim az falta, tenho certeza de que isso traria alegria para muitos, para ler novamente ou pela primeira vez.

Abraços.

carlosm42 disse...

Olá Felipe, eu conheci o Filmes para Doidos a uns 2 anos e meio, logo depois de criar meu próprio blog o Space Monster, eu estava procurando por legendas e filmes raros de Sci Fi e acabei esbarrando por aqui, sou fã e um dos post que mais gostei, são varios mas o Clones de Bruce Lee me lembro até hoje.
E lendo suas resenhas também comecei a escrever sobre todos os filmes que eu postava em meu blog.

Parabens e espero que sempre continue com este ótimo trabalho.

Flávia Tedesco disse...

Acho que sou a mais nova fã do blog. Aluguei o filme "Decameron", pen sando se tratar de uma comédia sexy dos anos 70. Comecei a achar o filme um pouco estranho, e fui para a internet pesquisar. Para se ter uma ideia da dificuldade de encontrar um site que se dignasse a comentar esse título, o google apresentava resultados sobre o diretor James Cameron ou sobre a atriz Cameron Dia, até que cheguei aqui.
Adorei a resenha, detalhada e justa. O filme valeu ser visto, embora muito diferente do que eu havia imaginado...
Recomendo uma resenha sobre o filme "Falação", com Gene Hackman e Harrison Ford, que é sobre um espião com crise de consciência. Queria muito ler sobre "Julieta dos espíritos", que filme dispersivo! Parece que vai para um lado e depois vai para outro. A ironia é que aborda o tema de adultério, e o diretor, Fellini, o dedicou a sua esposa.
O filme "Gato preto, gato branco", é muito engraçado e também merece a análise do blog.
Um abraço e parabéns pela persistência.

Master disse...

Felipe, conheci o blog ao reconhecer seu nome do "boca do inferno" e curto bastante seus textos, tendo "caçado" vários filmes que eu não conhecia por indicação do blog... desejo pelo menos mais 300 posts e que você comece a ganhar alguma grana também..hehehe

ps. acho que só eu gostei de "300" e "Dawn of the dead" mesmo...rsrs

Anônimo disse...

Conheci o blog através de uma busca sobre o filme "Remo - Desarmado e Perigoso", em 2010.

Gostei bastante da descrição: "Débil mental. Apaixonado por cinema, adora escrever textos gigantescos sobre filmes que ninguém conhece/vê".

Vi também um amplo material sobre filmes exibidos no anos 80, os quais sou colecionador e fã.

Outra postagem marcante foi a do filme do Sérgio Mallandro, em que você dizia que após 30 minutos ria de qualquer bobagem alternando momentos de desconforto na poltrona e de Sérgio doidão pisando no estômago do ator.

Me identifico também com seus comentários, quando fala das visitas às locadoras de VHS na época e sua visão dos filmes nos anos 80.

É isso aí, continuo acompanhando as postagens, muito bom seu trabalho, pena que a mídia não se interesse pelos seus textos e entrevistas, o que é uma grande burrice, já que tem tantos acessos.

Parabéns,
F.Sobral.

jemanuelrc disse...

Primeiro quero parabeniza-lo pelo excelente blog e pela impressionante marca de 300 postagens!
Sinceramente não lembro como conheci o blog, pois acompanho desde 2008, mas lembro bem das muitas gargalhadas e caras de espanto e identificação que já fiz durante todos esses anos lendo suas resenhas! (Principalmente a do "Invasão dos E.U.A" antecipando essa onda "Chuck Norris" kkk)
Espero que vc não desamine com essa indiferença das mídias, pois o seu texto é sensacional! e com certeza, vai ter o seu merecido reconhecimento.
Mais uma vez parabéns!!!

Anônimo disse...

Sou mais um "anônimo" que não te conhece (e talvez nunca conhecerá) mas que lê todo material novo que você posta. Acho que (ainda) não li todos os 300 e tantos posts, mas sei que ainda farei isso. Parabéns e obrigado. Não pare nunca! Abs

BAH disse...

Caro Felipe;

Deixo esse comentário com um pequeno atraso, mas incentivado pela sua solicitação no post "300". Sinceramente não lembro como cheguei até o seu blog, mas certamente foi procurando por alguma tranqueira que assisti na televisão durante as saudosas décadas de 80 e 90. Imediatamente comecei a ler mais sobre os filmes postados, rotina que foi bloqueada pelo firewall da empresa que me impedia de acessar o "Filmes para Doidos" no ambiente de trabalho. Felizmente por algum motivo que desconheço, o blog novamente voltou a ficar acessível e consequentemente, estou novamente sendo pago para ler seus textos. Porém com a hercúlea missão de ler tudo desde o início.

Sobre seus textos, eles são na medida certa para resenhar um filme que não vi (a maioria deles) pois você consegue contar o filme todo e ainda nos deixar com vontade de assisti-lo. Tenho até um arquivo txt intitulado "filmes doidos" com uma lista de diversos títulos que verei um dia por sua causa. E as vezes tenho uma satisfação (rara) de ler sobre alguma pérola que já assisti, e mais uma vez você torna a leitura um deleite, pois além do aspecto nostalgico, você traz alguma informação adicional sobre um detalhe obscuro ou que passou desapercebido. Espero que você mantenha a simplicidade do layout com foco no conteúdo. Assim vai manter afastada a geração "twitter-leite-com-pera-fã-de-crepúsculo" que assola a internet. Até a parte dos comentários é agradável por ser composta por uma pequena, mas atuante turma de assíduos frequentadores que tem algo a dizer.

Sem mais a dizer no momento, deixo aqui meus parabéns com a esperança que sirva de incentivo para que você continue em frente com o excelente trabalho.

Att.
BAH

Leonardo disse...

Eu conheci o Blog Filmes Para Doidos o site pesquisando no Google sobre filmes antigos q eu gosto, muitos q eu vi na Globo e no SBT na minha Infância e Adolescência, eu gosto dos Textos, apesar de grandes valem a pena ler porque são Excelentes Críticas sobre os filmes, uma pena q eu não Consigo assistir a grande Maioria dos filmes q são Comentados, eu adoro filmes antigos, mas são muito difíceis de achar em DVD e mais difíceis ainda de passar nas Emissoras de Televisão abertas, não tenho TV a Cabo.

Ler as Críticas de filmes do Blog me faz querer assistir os filmes, e sempre q consigo, eu assisto algum filme q me interessou, mas é uma pena q de tantos filmes Comentados q me interessam assistir, não consigo assistir 90% dos filmes q são comentados.