quarta-feira, 22 de abril de 2009

Mostra Cinema de Bordas em SP


Começou oficialmente nesta quarta-feira a Mostra Cinema de Bordas, que o Itaú Cultural promove até o domingo, 26 de abril, reunindo produções independentes e/ou amadoras vindas de todas as partes do Brasil, e exibindo-as em pleno glamour da Avenida Paulista, em São Paulo.

A importância de uma mostra como essa é algo indescritível: para o público, é uma oportunidade única (e GRATUITA) para ver filmes vindos de diferentes partes do país e realizados à margem do cinemão comercial, de maneira improvisada e sem recursos, por cineastas auto-didatas que, na "vida real", são estudantes, jornalistas, donos de locadora e até camelôs e agricultores; para os próprios realizadores, também é uma oportunidade única de mostrar seus trabalhos num espaço nobre e com toda a divulgação, já que o grande problema de quem faz filme independente é justamente a distribuição.

Eu também estarei presente na Mostra com meu primeiro longa-metragem, uma comédia romântica de 1998 chamada PATRICIA GENNICE, que tem 57 minutos e conta a história improvável de um jovem que marca encontro com a garota mais cobiçada de uma pequena cidade, mas nunca consegue chegar à casa dela por ironias do destino - uma espécie de "Depois de Horas", do Scorsese, em versão adolescente.

Trailer de PATRICIA GENNICE


PATRICIA GENNICE será exibido no encerramento do Cinema de Bordas, às 17 horas do domingo, 26 de abril, antecedendo a exibição do elogiadíssimo filme de zumbis MANGUE NEGRO, de Rodrigo Aragão, vindo diretamente do Espírito Santo. Além deste, outros três filmes nacionais com mortos-vivos participam da Mostra: ERA DOS MORTOS, A CAPITAL DOS MORTOS e ZOMBIO.

Segue a programação completa, e reforço o convite para a galera de Sampa conferir essa mostra fantástica e dar o devido reconhecimento a quem consegue fazer muito com quase nada:

QUINTA-FEIRA, 23 de abril
17 horas:
- Insector Sun: O Guardião da Terra/A Hora da Verdade (dir: Chris Lee, SP, 2008, 40 min)
- Cocô Preto (dir: Marcos Bertoni, SP, 2008, 16 min)
- Era dos Mortos (dir: Rodrigo Brandão, MG, 2007, 42 min)
20 horas:
- O Assassinato da Mulher Mental (dir: Joel Caetano, SP, 2008, 20 min)
- A Capital dos Mortos (dir: Tiago Belotti, DF, 2008, 87 min)


SEXTA-FEIRA, 24 de abril
17 horas:
- O Soco Silencioso (dir: Lucas Moreira, RS, 2009, 15 min)
- Rambú IV: O Clone (dir: Júnior Castro, AM, 2008, 80 min)
20 horas:
- Aventuras de Um Caçador (dir: José Manoel, PE, 2003, 55 min)
- Um Rico Pobre (dir: Manoel Loreno aka Seu Manoelzinho, ES, 2002, 56 min)


SÁBADO, 25 de abril
17 horas:
- A Valise Foi Trocada (dir: Simião Martiniano, PE, 2007, 90 min)
20 horas:
- Desaparecidos (dir: Antonio Marcos Ferreira, PR, 2006, 75 min)
- Zombio (dir: Petter Baiestorf, SC, 1999, 45 min)


DOMINGO, 26 de abril
17 horas:
- O Farol (dir: Francisco Caldas de Abreu Jr., MG, 2007, 29 min)
- Patrícia Gennice (dir: Felipe M. Guerra, RS, 1998, 57 min)
20 horas:
- Mangue Negro (dir: Rodrigo Aragão, ES, 2008, 100 min)

Entrada franca - ingresso distribuído com meia hora de antecedência


SERVIÇO
Itaú Cultural - Sala Itaú Cultural
Avenida Paulista 149 - Paraíso - São Paulo SP
[próximo à estação Brigadeiro do metrô]
informações (11) 2168 1777

11 comentários:

Leandro Caraça disse...

Estarei lá no domingo.

Ronald Perrone disse...

Se morasse em São Paulo, não perderia...

Artur disse...

é isso ai cara,vi o trailer do seu filme, parece ser um filme trash divertido, você e a necrofilos rodaram algum western? se morasse em são paulo eu iria a essa amostra, suerte ai cara e espero que seu filme faça sucesso, hahahahaha, abraços.

Kurt Breichen disse...

Nobres senhores, vou me utilizar de picaretagem e aproveitar a popularidade do blog do Guerra para divulgar o meu: http://monsterwerebritishyouknow.blogspot.com.
Desculpem a cara-de-pau, mas acho que faz sentido, pois foram meus posts prolixos neste blog me inspiraram a iniciar o meu. Acessem, comentem, esculachem, dêem seu feedback.

Guerra, como é o procedimento para a aquisição dos produtos da Necrófilos?

E "Mangue Negro" parece ser muito massa...

João Pires disse...

Felipe,

no globo.com tá falando que vai passar Canibais tb:

http://g1.globo.com/Noticias/Cinema/0,,MUL1095448-7086,00-VEJA+TRAILERS+DOS+FILMES+EM+CARTAZ+NO+CINEMA+DE+BORDAS.html

Pra quem não conhece o trabalho do Felipe, Canibais e Solidão e Patrícia Genisse são "divertidíssimos"...totalmente indicados....

Felipe M. Guerra disse...

JOÃO - Os caras da Globo viajaram geral, botaram trailer do Canibais & Solidão e uma cena do Mistério na Colônia no site deles, mas ironicamente nenhum dos dois filmes vai ser exibido na mostra! E o trailer do Patricia Gennice, que vai passar, não lembraram de publicar!

KURT - Nunca imaginei ser "inspiração" para alguém, mas que bom que minhas mal-traçadas linhas foram um incentivo para também começar a escrever. Os produtos da Necrófilos você pode obter com grande desconto participando dessa sessão de domingo no Itaú Cultural! Mais mole que isso, só sentando na gelatina!

Márcio Brega disse...

Tenho sempre lido o blog e vou comparecer na sessão dos filmes de zumbi, já que estarei pela cidade nesses dias. Fico curioso em ver as produções, principalmente "Mangue Negro", já que tive o desprazer de trabalhar na tranqueira "Porto dos Mortos", aqui do RS, achando que podia ser legal, e ficou suuuuper trash e pretensioso (o que tira qualquer diversão do descaso), sendo que o diretor achava que entendia de cinema mais do que qualquer membro da equipe. O trabalho do Aragão pelo menos parece ter conceito, idéias, além de muito estilo, respeito com as pessoas e carinho, que é do que se faz cinema! Boa sessão de seu filme, Felipe!

Evora disse...

Oi Felipe, adorei o Patrícia Gennice, divertido, muito gostoso de assistir, imagino que deve ter sido divertido filmar tb. Ah o lance de usar o santinho do Zambiasi foi show, rs.
Fiquei curiosa com teus outros trabalhos.

Patty disse...

fui todos os dias da mostra...ótima iniciativa...os filmes foram mto bem escolhidos...e fica a sugestão para 10 dias de Cinema de Bordas...não pude ver algumas sessões devido ao horário...e seria ótimo se cada filme tivesse sido exibido 2 vezes ( com certeza o Patricia Gennice eu assistiria tbm na reprise )

Kurt Breichen disse...

Estou com uma inveja desgraçada de quem foi. Guerra, vais fazer um relatório do festival? Eu não tive nem possibilidade de ir. Estou no sertão de Pernambuco e entrevado em casa.

Vagno disse...

Guerra, antes de tudo cara, sou seu fã. Suas resenhas dos filmes bagaçeiros que tu faz no Boca do Inferno são impagáveis, só de lembrar já começo a rir. Agora tem uns filmes aí que nunca li nenhum comentario teu, como por exemplo todos os do Walter Hill, Clube dos Cafajestes do John Landis, A Fuga. Por favor, comente sobre esses filmes. Obrigado e parabéns pelo Blog e pelo seu trabalho, muito bom.