quinta-feira, 11 de abril de 2013

Ajude-nos a terminar o curta-metragem independente "O Estripador da Rua Augusta"!


Ok, eu sempre fui um péssimo vendedor, e os leitores fiéis do FILMES PARA DOIDOS (ou mesmo os anteriores, que acompanhavam meu trabalho no site Boca do Inferno) sabem que eu nunca ganhei um tostão furado com meus textos, por mais gigantes que fossem. Eu também nunca fiz questão de pedir dinheiro ao leitor para continuar escrevendo, algo tipo uma taxa mensal para manter o blog, como já me sugeriram certa vez. Mas agora serei obrigado a passar o chapéu e pedir uma ajudinha para quem tiver uns trocados sobrando...

Ocorre que estou em meio à finalização do meu novo curta-metragem, chamado "O Estripador da Rua Augusta", uma história de horror estrelada pela ex-atriz pornô Monica Mattos. Para quem não entende muito do mundo do pornô (ou finge que não entende, hehehe), Monica é uma das grandes musas do cinema adulto nacional, e a única atriz latino-americana a ganhar o AVN, prêmio considerado "o Oscar dos filmes pornôs". Que currículo, não?


Eu faço filmes independentes desde 1995, mas sempre foi uma coisa improvisada, com o material que eu tinha à mão e principalmente sem atores ou técnicos profissionais, empregando meus amigos e parentes para estas finalidades. Por isso, meus custos eram relativamente baixos. Não foi o caso em "O Estripador da Rua Augusta".

Pela primeira vez em minha "carreira", resolvi fazer algo realmente bem-feito, da maneira certa, com equipamento bom, equipe profissional e atores de verdade (além de Monica, temos no elenco Henrique Zanoni, um elogiado novo talento do teatro e cinema). O filme também foi co-dirigido por Geisla Fernandes, que, ao contrário de mim, estudou Cinema e pôde consertar algumas das bobagens que eu geralmente faço.


Claro que tudo isso demanda custos. E se antes eu conseguia fazer filmes quase caseiros com custo zero, agora a história foi diferente: precisamos de R$ 6.500,00 para bancar as despesas com o curta e o cachê da equipe, já que quase todos trabalharam de graça esperando receber algo futuramente.

Para a maioria dos brasileiros (e inclusive para mim!), R$ 6.500,00 é uma puta grana. No mundo do cinema, entretanto, não é nada: curtas "profissionais" custam a partir de R$ 30,000.00, e daí para cima! Nós fomos econômicos porque realmente não tínhamos dinheiro, e nunca foi nossa intenção participar de editais do Governo nem de leis de incentivo à cultura - primeiro pela burocracia que isso exige; depois por entendermos que o Governo tem coisas muito mais importantes para investir o dinheiro público do que filmes.


Logo, a única alternativa para não passarmos o resto do ano mendigando na esquina para pagar as contas é apelar para os amigos, para os fãs de cinema de horror e para aqueles abnegados incentivadores do cinema independente brasileiro, através do chamado "crowdfunding", ou financiamento coletivo.

Para quem não sabe, esta é uma ferramenta que permite que pessoas do mundo inteiro contribuam com qualquer soma em dinheiro para o seu projeto, tipo uma vaquinha. Se você conseguir atingir o total proposto (no nosso caso, R$ 6.500,00), o site de crowdfunding nos repassa o dinheiro; se não conseguirmos, as doações voltam para quem contribuiu. Simples e seguro, não?

Colocamos nosso projeto no Catarse, um conceituado site de financiamento coletivo, e já conseguimos quase a metade do valor necessário, recebendo até doações de cineastas norte-americanos.

Fiquei honrado ao constatar que mesmo lendas do cinema fantástico mundial, como David Schmoeller, o famoso diretor de "Armadilha para Turistas" e "Puppet Master", se compadeceram dos nossos esforços e ajudaram a divulgar nosso projeto no Facebook (veja a postagem dele acima).

O caso é que faltam quase 20 dias para terminar nosso prazo e ainda precisamos de uma boa grana para atingir os R$ 6.500 necessários. Já passei o chapéu em vários sites e blogs, e agora chegou a vez do FILMES PARA DOIDOS! Muito humildemente, peço aos leitores interessados que acessem o nosso projeto no Catarse (através deste link) e leiam direitinho a nossa proposta. Se gostarem, podem contribuir com o valor que julgarem adequado, por depósito bancário, boleto e até PayPal.


A contribuição mínima é de 10 reais, mas a partir de R$ 25,00 os doadores ganham recompensas simbólicas, que vão de ter o nome citado nos créditos até camisetas, DVDs e história em quadrinhos do curta, e até objetos de cena e figurinos para quem doar somas mais expressivas.

Vale repetir: toda ajuda é boa, mesmo que for dos 10 reais que sobraram do troco da padaria! Porque, se não conseguirmos atingir a meta até o começo de maio, os quase 2.000 que já ganhamos voltam para seus legítimos donos, e aí eu e a pobre co-diretora Geisla ficaremos com nossas finanças comprometidas até 2014!


Enfim, eu realmente não gosto de pedir dinheiro, nem sei direito como se faz isso, mas acredito que os verdadeiros interessados e admiradores do gênero ficarão até felizes de colaborar com nosso projeto, ajudando assim a levar às telas e festivais de cinema um trabalho completamente independente e apaixonado como o nosso!

A propósito, as imagens dessa postagem são todas das cenas ainda não-finalizadas do nosso curta, para dar uma ideia do que estamos preparando. Sem censura, só com o filme pronto!

(Mas que fique registrado que, apesar da alta carga de sensualidade, nosso curta NÃO É PORNOGRÁFICO. Ouviram bem, punheteiros? hehehe).

LINK DO NOSSO PROJETO NO CATARSE:

45 comentários:

Kell Bonassoli disse...

Só faltou o link do catar.se

Felipe M. Guerra disse...

Oi KELL, na verdade coloquei o link no meio do texto, mas está escondido mesmo. Coloquei grandão no final agora!

Anônimo disse...

Só por essa cena da Mônica sendo torturada já vale a pena investir uma graninha no filme. Já investi R$ 100,00 e pretendo investir mais.

Me tire uma dúvida. O depósito só poderá ser feito com a ficha de compensação? Ou posso depósitar em conta?

Paulo Geovani

Felipe M. Guerra disse...

Na verdade ueu nem sei, PAULO GEOVANI. Quando você clica em "Colaborar", o próprio Catarse te dá as opções de como enviar a grana. Tem que conferir lá!

Anônimo disse...

Felipe, sua ideia é muito bacana, assim como são seus textos. Mas vc já pensou em fazer um filme pornô experimental amador? Poderia ser algo que misturasse vingança, terror e aventuras sexuais. Se vc colocasse 10 atrizes e cobrasse para que os atores trabalhassem iria conseguir capital suficiente para pagar vários filmes. Com o dinheiro arrecadado com o filme pornô, daria para financiar uns 5 filmes comuns.

Um abraço

Felipe M. Guerra disse...

ANÔNIMO, a ideia é curiosa, mas eu sou mais do "softcore" do que do explícito. Além disso, consta que os tempos estão bem ruins para o cinema pornô no Brasil, ninguém está investindo mais nisso, então duvido que daria tanto retorno financeiro assim. Uma pena.

Unknown disse...

Felipe me tire uma duvida por favor: se eu colaborar com 40,00 e se tudo der certo com o projeto depois de finalizado o filme poderei ter o dvd???

Felipe M. Guerra disse...

ALEX PAIM e demais interessados: meu e-mail de contato é mdolman@ig.com.br

Felipe M. Guerra disse...

UNKNOWN, o DVD vem apenas com a recompensa de R$ 50,00 para cima. Sei que 10 reais parece pouquinho, mas nós não podemos baixar os valores das recompensas agora porque neles já estão contabilizados os preços da confecção das próprias recompensas!

Unknown disse...

Tranquilo Felipe, verei então se colaboro com 50,00 mesmo.
Abraço.
Rafael

Anônimo disse...

Boa idéia essa do Felipe filmar pornô. Viva Felipe Baby!!!

Paulo Geovani

Anônimo disse...

Acho que não precisa ser aqueles pornô explícitos. Faz um softcore que apareçam seios fartos e bundas salientes que já está valendo.

Thiago

Anônimo disse...

Filipe, se vc cobrar dinheiro dos atores para participar de um filme pornô, vai ter muita gente colaborando com R$ 300,00 ou mais. Rapidinho vc conseguirá uma senhora grana para bancar outros projetos.


Muitos caras sonham em ser atores pornô por um dia. Se puderem usar máscaras como os punks mexicanos daquele filme que vc comentou aqui, ia ser dez.


Poderia cobrar a partir de R$ 50, 00 para poder olhar a gravação. R$ 100, 00 para poder ajudar na maquiagem corporal das atrizes ou fazer o trabalho de aquecimento oral nelas. R$ 350,00 para poder atuar.


Há muito casal swingueiro que trabalharia de graça, ou pagaria. Vc não ia gastar cachê com os atores, só ia receber para filmar. O povo ia querer ter o gostinho de ser filmado. Além disso há muitos maridos viciados em ser cornos que iam amar ver as esposas em cena.

Poderia ser filmado numa fazenda do interior, com algum toque de bruxaria e vingança.

Felipe M. Guerra disse...

As ideias até são interessantes, mas realmente não é a minha praia. Prefiro deixar essas paradas para quem entende da coisa. hehehehe.

Inclusive em 2003 fui convidado para dirigir um filme pornô e educadamente rejeitei a proposta por imaginar que ficaria rindo o tempo inteiro e não conseguiria filmar nada!

laurindo big boss disse...

Laurindo Big Boss: Amigo Felipe, achei interessante seu projeto e gostaria muito de colaborar. Não entendi a melhor maneira de ajuda-lo; porém te pergunto se não existe uma conta corrente(mesmo que seja sua), para que eu possa depositar minha contribuição. Caso exista tal maneira, prontamente contribuirei, da melhor forma possivel, para que esse seu projeto, possa ser concluido o mais rápido possivel e consequentemente nos brindar, com mais uma perola do cinema independente. Ansioso por ajudar, deixo um abraço...Laurindo Big Boss.

Felipe M. Guerra disse...

LAURINDO, valeu pelo interesse! Para colaborar você faz o seguinte: entra na página do nosso projeto (o link está em destaque aí em cima) e clica em APOIAR ESSE PROJETO, no lado direito da página. Aí o site te direciona para outro lugar em que você escolhe quanto quer doar e como quer doar (boleto, depósito em conta, etc etc). Infelizmente te que ser assim porque é o próprio site que centraliza todas as colaborações, como se fosse uma vaquinha, e só vai nos repassar o dinheiro caso consigamos o valor total proposto (6.500). Se não conseguirmos, o valor doado volta para quem doou. Entendeu?

Francisco Wendell disse...

Como ainda faltam 21 dias para o fim da arrecadação ainda dá tempo para que eu possa contribuir com o projeto, pois este mês estou sem condições, mas com certeza irei contribuir no primeiro dia de maio. Já fiz uma postagem de divulgação no meu humilde blogue http://arquivoxdecinema.blogspot.com.br/2013/04/o-estripador-da-rua-augusta-colaborem.html

Night Owl disse...

Felipe, eu não sei se é uma boa idéia de fato, pra mim parace ser, mas você já tentou abrir alguma rede social específica para algo?

Por exemplo, eu vou dar aqui a idéia que um professor meu de um curso de Web Design tinha em mente. Ele queria abrir uma rede social, tipo Orkut e Facebook, mas voltada para criação de animais domésticos.

Quem fosse entrar nessa rede social teria que fazer um cadastro e pagar a taxa de inscrição de 1 real apenas. Feito isso, o resto seria tudo grátis para as pessoas trocarem informações, idéias, etc, em relação a criação de cães, gatos, ou qualquer outro animal que seja permitido ter em casa pelo IBAMA.

Pense bem, se 1 milhão de pessoas entrassem nessa rede, ele teria 1 milhão de reais em sua conta bancária.

E detalhe, nós sabemos que redes como Orkut e Facebook tem bilhões de pessoas, como essa seria uma rede social paga, é claro que teria menos, mas será que 1 real seria um obstáculo para 1 milhão de pessoas no mínimo?

Eu sei, por exemplo, que existem redes sociais de relacionamento e de sexo que são pagas, deve ser mais ou menos nesse valor risório de 1 real, talvez até um pouco mais, e ainda assim essas redes tem milhões de pessoas.

Fora que nessa idéia do meu professor de criar uma rede social para amadores e criadores de animais interagirem, poderia muito bem ter em seu espaço anúncios e propagandas de Petshops, empresas que produzem ração, etc... Ou seja, ele ganharia não só o dinheiro das taxas de inscrição, como també essas empresas pagariam algo para ter suas marcas aparecendo para um público que está de fato interessado em coisas para seus animais.

Eu nem sei se meu professor chegou a fazer isso, já tem mais de 7 anos que eu deixei o tal curso e nunca mais vi o cara, mas a idéia me pareceu boa.

Se a gente souber aproveitar a internet, acho que dá pra ganhar uma boa grana com ela.

Teve um caso nos EUA de um maluco que vendia 1 pixel por 1 dólar. Em cada pixel ele colocava o anúncio ou propaganda de algum produto ou empresa.

Ele vendeu cerca de 1 milhão de pixels e faturou 1 milhão de dólares. Quer dizer, é a idéia mais banal do mundo e ainda assim o cara ganhou uma puta grana.

PS: Eu só fico puto porque eu não consigo ter idéias escrotas como a desse americano pra ganhar muita grana na internet. rsrs

Parece que ter idéias estúpidas, mas rentáveis, hoje em dia é mais difícil do que ter boas idéias, mas também rentáveis. rsrs

Abraços!

Night Owl disse...

Aliás, Felipe, tem um site britânico chamado Moshi Monsters, ou algo assim, voltado para o público infantil. É uma rede social tipo o Facebook, mas é paga MENSALMENTE, tem 15 MILHÕES de inscritos, e custa 5 LIBRAS a mensalidade. Multiplica 15 milhões de contas por 5 libras sendo pagas mês a mês. Olha grana absurda que os donos dessa rede social estão ganhando... e isso porque os pais acreditam que essa rede mantém seus filhos longe de sites pornográficos.

Tá certo que os britânicos tem uma renda salarial melhor que a dos Brasileiros. Mas se 15 milhões de malucos não se importam em pagar 5 libras por mês pra manterem seus filhos longe de sites de sexo (e olha que hoje em dia os pais podem bolquear os sites pornôs), será mesmo que pagar 1 única taxa de 1 real numa rede social seria empecilho para os brasileiros?

Enfim, é só a gente para, observar, ter idéias e investir nessas idéias. A internet pode ser uma mina de ouro se bem explorada.

Abraços (de novo, rsrs)

Felipe M. Guerra disse...

Pessoal, sério, eu agradeço as sugestões de vocês, mas eu não sou um empreendedor! Eu sou um jornalista e cineasta, e nada mais do que isso! Em outras palavras: não sei ganhar dinheiro! O que eu preciso é de dinheiro fácil... e sei que tem mil formas de consegui-lo, mas eu particularmente sou uma nulidade em pensar nelas! Meu negócio é escrever e filmar, e olhe lá!

Luciano Milhouse disse...

Cara, eu queria MUITO ajudar, de verdade... mas esse seu pedido chegou numa péssima hora pra mim: Tomei uma mordida do Imposto de Renda FODIDA!!! Nos próximos meses infelizmente vou ter que puxar o freio...é realmente uma pena!!! Mas estou ajudando do jeito que dá: divulguei no meu facebook e pra vários amigos meus que curtem filmes de terror, espero de coração que dê algum retorno!!
Abraço e mil perdões por não poder ajudar!!

Anônimo disse...

Coragem deixar uma gostosa e (dizem as más línguas)lésbica agarrar a sua namorada em cena. Eu ficaria com medo(e excitado, claro).

Anônimo disse...

Felipe, se eu investir 700 no filme, você me dá a calcinha usada pela Mônica?

Night Owl disse...

Felipe, rsrs, tá certo. Eu também não sou empreendedor (se eu fosse eu provavelmente estaria tomando conta de algum negócio agora), mas enfim, foi uma sugestão. kkkkkkkk.

Eu também não tenho como ajudar no momento... Sábado agora (ontem) eu fui no supermercado e tive que apertar o dinheiro até nas compras.

Mesmo assim, boa sorte na busca pelo capital que você precisa.

Abraços!

Felipe M. Guerra disse...

ANÔNIMO, infelizmente a lingerie usada pela Monica no curta era dela mesma, e depois das filmagens ela levou para casa! Poxa, deixei de ganhar uma bela graninha... hahahaha.

(Viu como sou honesto? Podia ter mandado uma calcinha roubada do varal da vizinha e dizer que era dela!)

laurindo big boss disse...

Laurindo Big Boss: Amigo Felipe, estarei fazendo esta semana minha contribuição para seu projeto. Torço para que tudo possa ser realizado da melhor maneira possivel. Em relação ao que vou contribuir, não faço questão de devolução, porque penso que caso não seja possivel, realizar seu projeto, que as quantias arrecadadas, sejam usadas, em um futuro próximo, neste mesmo projeto, ou em algum outro, que venha a ter, pois voce, pelo que nos brinda, em seu blog, com suas resenhas e comentários, humoradamente lúcidos e sinceros, nos faz ver, que voce gosta realmente do que faz e o faz com prazer, dividindo de forma generosa com todos nos, este cinema, que apesar dos pesares ainda nos diverte. Deixo claro que o que falei é pessoal, mas tenho certeza de que muitos dos seus seguidores, assim como eu pensam desta mesma forma, porisso, VAMOS EM FRENTE NESTE PROJETO, pois eu ACREDITO!!!.Um abraço, Laurindo Junior.

Anônimo disse...

Felipe, quando você gasta pra realizar cada filme seu?

Paulo Geovani

Felipe M. Guerra disse...

O mais caro custou 3.000, PAULO GEOVANI. Mas não dá para comparar com este de agora: nas minhas produções, eu uso amigos e familiares como atores e equipe técnica, para não pagar ninguém; eu mesmo filmo e uso uma câmera semi-amadora, sem captação de som (com boom) nem iluminação profissional. Quando você faz a coisa "do jeito certo", evidentemente os custos vão lá para cima. Afinal, você também tem que alimentar toda essa gente que está trabalhando!

Oficial de Ciências disse...

Ah, como eu entendo disso: "Pessoal, sério, eu agradeço as sugestões de vocês, mas eu não sou um empreendedor! Eu sou um jornalista e cineasta, e nada mais do que isso! Em outras palavras: não sei ganhar dinheiro! O que eu preciso é de dinheiro fácil... e sei que tem mil formas de consegui-lo, mas eu particularmente sou uma nulidade em pensar nelas! Meu negócio é escrever e filmar, e olhe lá!"

Eu escrevo umas coisas, ou tento, tipo contos e ficções. Por puro hobby, tanto que tenho pouca coisa terminada (vou acumulando e iniciando projetos). Às vezes consigo que algum amigo leia algo, sempre que alguém fala que pode virar algo rentável eu falo: beleza, vende que a gente divide 50% a 50% risos.

O tal do "fazer dinheiro" definitivamente não é a minha! :D

Em tempo, em breve dou minha contribuição lá. Vamos ver se consigo uma cópia, tomara que tudo dê certo. :D

Anônimo disse...

Então você aceitaria uma contribuição para os seus próximos projetos?

Paulo Geovani

Felipe M. Guerra disse...

Se eles existirem... hahaha.

Anônimo disse...

Se existir uma contribuição? Se eu puder, gostaria de colaborar sim.

Paulo Geovani

Felipe M. Guerra disse...

Se existirem próximos projetos! As coisas estão cada vez mais difíceis...

Anônimo disse...

Tomara que sim. Se vierem e estiver ao meu alcance, gostaria de ajudar sim!

Paulo Geovani

Fernando Terroso disse...

Ajudei com R$ 25,00, infelizmente não posso doar mais.
Sucesso Felipe !

Felipe M. Guerra disse...

FERNANDO, toda ajuda é bem-vinda! Valeu mesmo!

J. Luca disse...

Aguardando o dvd do filme que acabei de encomendar ^^ Excelente iniciativa Felipe, espero que o objetivo do financiamento seja alcançado! Vou divulgar no meu blog, pq acho que toda ajuda é boa, não é?

massega disse...

Felipe seu público gosta de cinema trash, mas gosta muito mais de pornografia kkkk

já colaborei, mas meu nome aparecerá nos creditos finais ou apenas citado em um discurso?

Felipe M. Guerra disse...

MASSEGA, o nome dos colaboradores aparecerá citado nos créditos finais do curta (que, pelo jeito, ficarão enormes!!! hahaha). Mas ó, o filme não é pornográfico! Só tem mulher e homem pelado, mas nada de tchaca-tchaca! Se querem ver a Monica Mattos em (outro tipo de) ação, tem os 300 filmes pornôs que ela fez nas locadoras ou espalhados pela rede. hahahaha.

andre hard core disse...

Meu amigo, colaborei com 25 pratas. É o máximo que deu. INfelizmente não posso contribuir com mais, e visto que esse dinhero, mesmo que pouco, ja vai me fazer uma falta lascada, capricha aí. Sou muito fã disso e não poderia ficar de fora.
Obs.: Eu sou desenhista amador, se você precisar de alguma coisa pra contribuir com o filme eu me coloco a sua disposição.

Anônimo disse...

Já ultrapassou a meta. Muito bom.
Valeu, Felipe e Geisla!

Que venham mais projetos bacanas como esse.

Paulo Geovani

Francisco Wendell disse...

Felipe, desculpe a demora, mas só pude contribuir hoje. Estou ansioso para conferir o resultado final do Trabalho. Já parabenizei você outras vezes pelo excelente blogue que é o filmeparadoidos e todos que acompanham seus textos sentem a paixão que você tem pelos filmes de horror e pelas produções trash e de baixo orçamento. Que bom que o projeto passou dos cem por cento e com o apoio acredito que outros projetos possam surgir futuramente.

Allan disse...

Recebi o salário hoje e não poderia deixar de dar minha contribuição para este projeto e ainda garantir uma cópia do DVD.
Tenho certeza que vai sair coisa boa.

massega disse...

UHUU deu certo
parabens a todos

Anônimo disse...

Feliz por ter dado certo!

Parabéns!

PS: a MM continua a maior gata.